Mudança improvável

Recomendação é do TCE, mas dificilmente Assembleia aprovaria

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Uma das recomendações feitas pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso durante o julgamento das contas do ex-governador Pedro Taques (PSDB) foi a elevação da contribuição do servidor para a Previdência estadual.

O TCE recomenda que o percentual descontado no salário passe dos atuais 11% para 22%.

Se a mudança for aplicada, o servidor público estadual passaria a receber só metade do salário bruto. É que outros descontos já estão no cálculo. Para o imposto de renda, por exemplo, são retirados 27%.

Por enquanto, a bancada de apoio aos servidores na Assembleia Legislativa é grande e dificilmente uma proposta como esta seria aprovada.

Além disso, uma eventual proposta – que caberia somente ao governador Mauro Mendes (DEM) fazer – também teria que passar pela aprovação no conselho da Previdência.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIncêndios: sistema elétrico é o principal causador; saiba como evitar
Próximo artigo13 anos de lei: Maria da Penha fará palestra em Cuiabá na sexta-feira

O LIVRE ADS