MP na prefeitura

MP vetou a concessão de empréstimo de R$ 50 milhões à Prefeitura de Várzea Grande por falta de condições financeiras

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O Ministério Público do Estado (MPE) é contra a concessão de novo empréstimo à Prefeitura de Várzea Grande.  

O órgão recomendou à prefeita Lucimar Campos e à Câmara dos Vereadores retirarem de pauta o projeto de lei que autoriza a negociação de R$ 50 milhões com a Caixa Econômica Federal. 

 O cronograma da Câmara indica que o projeto será votado em plenário no dia 13, próxima segunda-feira. 

A 1ª Promotoria de Justiça Cível de Várzea Grande diz que a prefeitura não tem condições de acumular nova dívida por causa de déficit orçamentário e da quantia em aberto hoje. 

Conforme a promotoria, somente em 2018 Várzea Grande pagou R$ 16 milhões em juros, encargos e amortização da dívida o valor. No ano seguinte, o volume subiu para R$ 17,9 milhões. 

O volume da dívida no período estava em R$ 209, 8 milhões. 

Essas obrigações financeiras contrastam com a entrada de recurso no orçamento do Estado. Em 2018, o déficit foi de R$ 166 milhões. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMotociclista atropela criança que brincava na rua e quase é linchado
Próximo artigoO day after

O LIVRE ADS