|Terça-feira, 22 Janeiro 2019
(Carlos Moura/SCO/STF)

Momento para reajuste salarial do STF é inoportuno, diz Marco Aurélio

Para ministro da Corte, no entanto, trata-se de correção inflacionária

COMPARTILHECOMPARTILHE

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello comentou hoje (8) o reajuste de 16,38% no salário dos ministros da Corte, aprovado na tarde de ontem (7) pelo Senado, e reconheceu não se tratar de melhor momento para a medida, embora se trate de uma “revisão” de inflação e não aumento, conforme frisou.

O projeto aprovado nesta quarta-feira tramitava no Congresso desde 2016, quando foi aprovado na Câmara. Ao assumir a presidência do Supremo, em setembro daquele ano, a ministra Cármen Lúcia decidiu que não era momento oportuno para o aumento, o que adiou a votação no Senado.

“Se já não era oportuno em 2016, hoje, com a situação econômica, financeira da União e dos Estados, muito menos”, afirmou Marco Aurélio, antes da sessão plenária do Supremo. Ele, no entanto, defendeu que se trata de uma reposição de perdas inflacionárias referentes ao período entre 2009 e 2014.

Questionado sobre se aprovar o aumento em período de alto desemprego não seria inadequado, Marco Aurélio respondeu: “Não vamos parar o Brasil porque ele está numa situação difícil econômica e financeira. Mas as instituições precisam continuar funcionando”.

Ontem, o mesmo argumento de reposição inflacionária foi utilizado pelo presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, e repetido nesta quarta pelo ministro Ricardo Lewandowski: “Nós temos uma defasagem e ela [a reposição] cobre uma parte dessa defasagem dos vencimentos dos juízes em relação à inflação”, disse Lewandowski.

Abordados, os demais ministros evitaram fazer comentários. Para a ministra Rosa Weber, quem deve responder sobre o assunto é Toffoli. Somente Celso de Mello, em breve declaração, lembrou ter sido voto vencido na sessão administrativa ocorrida em agosto, que aprovou a inclusão do reajuste no orçamento do Judiciário.

Naquela ocasião, a inclusão do reajuste no orçamento foi aprovada por 7 votos a 4. Além de Celso de Mello, votaram contra o aumento os ministros Edson Fachin, Rosa Weber e Cármen Lúcia.

Auxílio-moradia

Marco Aurélio argumentou que não há previsão em lei para o pagamento de auxílio-moradia a magistrados, hoje no valor de R$ 4,3 mil, indicando que o benefício deve ser retirado.

Nesta quarta, Toffoli declarou que uma vez aprovado o aumento nos salários dos magistrados, o tema do auxílio-moradia deve ser “enfrentado” pelo Supremo. O relator das ações que tratam do assunto, ministro Luiz Fux, não quis responder sobre o tema. Um assessor dele manteve a imprensa à distância.

Por força de uma liminar [decisão liminar] concedida por Fux em 2014, todos os magistrados brasileiros recebem hoje o auxílio-moradia, mesmo

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Advogada ajuda e família consegue descarte de feto; laboratório doou o serviço
Estudantes de Várzea Grande devem fazer o recadastramento para uso do cartão escolar
Homem agride esposa por causa de torneira aberta, tem convulsão na viatura e ameaça policiais
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Mesmo com plenário invadido, deputados votam projetos nesta terça
Facão no Estado: governador exonera 96 comissionados, mas nomeia 93; veja listas
Janaina é recebida aos gritos de “governadora” e tenta marcar reunião
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Nelore MT afirma que o setor pecuário não suporta novas taxações
Gosta de uva? Governo reajustou preço mínimo da fruta em 11,96%
Exportações do agro em alta de quase 6% ultrapassam US$ 100 bi
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Hermanoteu na Terra de Godah vai virar filme e estreia em dezembro
Marvel permite que paciente terminal assista novo filme dos Vingadores antes da estréia
Atriz de Bebel de A Grande Família afirma que série brasileira é melhor que Friends
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Meninas são autoras de 42 das 55 melhores redações do Enem
BNDES aprova programa de financiamento coletivo para área da cultura
Linhão de Belo Monte volta a funcionar
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Sine oferece mais de 1.177 oportunidades de trabalho em MT
Em busca de novas oportunidades? Confira 14 concursos públicos abertos
Topa encarar desafios e busca oportunidade de emprego? Tem vaga na Stone Cuiabá
X