Missa online por Cuiabá

Prefeito Emanuel Pinheiro e a primeira-dama Márcia Pinheiro assistiram missa presidida pelo arcebispo Dom Milton

(Foto: Assessoria)

O prefeito Emanuel Pinheiro e a primeira-dama Márcia Pinheiro assistiram de casa a missa presidida pelo arcebispo Dom Milton Santos, na manhã desta quarta-feira (8). A missa foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da Arquidiocese de Cuiabá, e comemorou os 301 anos da Capital, celebrados hoje.

“As palavras de Dom Milton são sempre um conforto e hoje despertaram a esperança de um futuro onde estaremos novamente unidos presencialmente para comemorarmos o aniversário da nossa capital”, comentou Emanuel.

A primeira-dama de Cuiabá Márcia Pinheiro pediu que a população compreenda a gravidade da situação, siga as recomendações pela saúde de todos e também que os cuiabanos tenham compaixão daqueles que vivem em situação de vulnerabilidade social.

“Eu peço a você que façamos mais, por nossos pais, mães, filhos, por todos aqueles que amamos e que, temporariamente, temos de manter à distância. Eu faço um apelo para que façamos mais, principalmente pelos mais necessitados, pelos que estão em situação de vulnerabilidade social. Neste aniversário de 301 anos, ajude nossa capital, faça parte da nossa rede de proteção. Fortaleça a campanha Cuiabá Solidária. Esse tempo difícil vai passar”, pontuou a primeira-dama de Cuiabá.

Mensagem de esperança

Durante a celebração, o arcebispo de Cuiabá, Dom Milton Santos comentou este momento de adaptação das missas, que passaram a ser transmitidas via internet, por conta do Decreto Municipal nº 7.868, que determina o fechamento de igrejas, templos e demais estabelecimentos que não sejam de serviços essenciais, pelo período de 06 a 21 de abril como uma das medidas emergenciais ao combate do novo Coronavírus.

Segundo o sacerdote, cerca de 5 mil fiéis acompanharam a transmissão da santa missa no último Domingo de Ramos. Dom Milton ainda disse que é preciso ter fé, seguir as recomendações e confiar na medicina.

“É preciso ter consciência de que as coisas não acontecem de repente. A natureza não é de repente. Estamos vivendo o efeito e se Deus quiser iremos descobrir a causa. A medicina irá dar um salto de qualidade e rezamos hoje por todas as vítimas”, disse o arcebispo, finalizando com um agradecimento aos profissionais da saúde pelo trabalho desempenhado nesse momento de enfrentamento a pandemia.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOMS cria canal oficial no WhatsApp com informações sobre o coronavírus
Próximo artigoCaminhoneiros que passam por MT recebem kits de higiene, alimentação e cestas básicas

O LIVRE ADS