Mato Grosso vai destinar 10 leitos de UTI para pacientes de covid-19 de Rondônia

Governador Mauro Mendes disse que decisão de participar do trabalho de cooperação vem do número de leitos disponíveis no SUS e previsão de aumento

Gilberto Figueiredo admitiu que a orientação de atendimento somente a sintomas graves não se ajusta ao cenário atual da pandemia em Mato Grosso (Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Mato Grosso irá receber dez pacientes da covid-19 vindos de Rondônia. O governador Mauro Mendes anunciou nesta terça-feira (26) a separação desses leitos por solicitação de socorro do governador de Rondônia, Marcos Rocha. 

“Decidi ontem, junto com o secretário Gilberto [Figueiredo, de Saúde], destinar esses leitos, já que ainda temos 100 leitos de UTI (Unidade Tratamento Intensivo) e nos próximos dias devemos aumentar em mais 50 os leitos na rede estadual”, disse. 

Segundo ele, Mato Grosso participa do trabalho de cooperação junto com outros próximos a Rondônia que estão recebendo pacientes para desafogar a rede de atendimento que entrou em colapso. 

Conforme a imprensa local, até domingo (24), haviam 40 pacientes na fila de espera para entrada em UTI com quadro complicado da covid-19. A Secretaria de Saúde de Rondônia informou que ao menos 12 hospitais estão com 100% da capacidade dos leitos exclusivos para esses pacientes. 

Ontem (25), 15 pacientes foram transferidos para um hospital em Curitiba (PR).    

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVereador é cassado em MT ao fraudar carta “escrita” por analfabeta
Próximo artigo“Doação” de R$ 7,7 milhões