Joaquin Phoenix conta que temia viver Coringa em novo filme

Medo justificado

Alguns papéis sempre serão desafiadores para muitos atores em suas carreiras. Entretanto, um dos que mais assusta certamente é o de Coringa, dos filmes do Batman. Após uma sólida performance realizada por Jack Nicholson e uma entrega monumental de Heath Ledger ao papel, qualquer um teria medo de se envolver com o personagem.

Até mesmo o destemido Joaquin Phoenix confirmou que tinha recusado o papel inicialmente oferecido pelo diretor Todd Phillips para Coringa que estreia em outubro deste ano.

“Levou um tempo para eu me comprometer. Agora, eu olho para trás e não sei o motivo. Mas tinha muito medo, sim. Mas eu sempre digo que há o medo que motiva e há o medo que debilita. Tem o medo que paralisa e te impede de dar um passo e tem o medo que te leva a questionar, ‘Ok, o que fazemos? Não é bom o suficiente’. E isso te impulsiona a ir cada vez mais fundo. Eu amo esse tipo de medo. Ele nos guia, nos faz trabalhar mais”, revelou o ator.

Passado entre os anos 1970 e 1980, Coringa será o primeiro filme da safra atual de adaptações da Warner sem qualquer ligação com o atual universo cinematográfico da DC Comics. Caso seja bem-sucedido, outros lançamentos “independentes” e mais adultos devem ser produzidos.