Idoso denuncia advogado que teria roubado indenizações

Vítima afirma que o advogado fingiu desistir da causa e pegou R$ 3,5 mil

Foto: Ilustração/Reprodução/Jornal Desafio

Um idoso de 76 anos registrou um boletim de ocorrência na última quarta-feira (17) contra um advogado de Cuiabá. O profissional, de 33 anos, teria enganado o homem fingindo desistir de uma ação ganha. Ele teria ficado com R$ 3,5 mil proveniente das indenizações.

O cliente, morador da zona rural de Várzea Grande (Região Metropolitana de Cuiabá) afirmou que contratou o advogado em 2013 para processar duas empresas – uma de telefonia e um banco.

Conforme o boletim de ocorrência, o idoso ganhou as duas causas, mas o advogado nunca lhe passou o dinheiro pago como indenização pelas empresas.

Segundo o relato do idoso, à época, o advogado o disse que ia desistir da ação. O argumento foi o de que elas “não dariam em nada”. Assim, o profissional deu um documento em branco para o homem assinar e pegou R$ 1 mil, dos quais disse R$ 600 seriam para o idoso e R$ 400 ficaram com ele.

A vítima, a princípio, disse que não assinava documento em branco, mas o advogado rebateu afirmando que, se não assinasse, não receberia nem os R$ 600. O idoso assinou, segundo ele, porque acreditou ser o dinheiro da ação contra a empresa de telefonia.

O idoso, no entanto, afirma que no documento, posteriormente, o advogado citou um valor de R$ 3,5 mil. Quando o procurou, o suspeito disse que já havia lhe passado o valor certo. Mas a vítima desconfiou.

Como não conseguiu resolver com o advogado, o idoso procurou a delegacia e registrou um boletim de ocorrência. Aos policiais, ele disse que precisa do dinheiro, pois está doente e necessita de medicamentos.

O caso foi registrado como ocorrências atípicas e deverá ser investigado pela Polícia Judiciária Civil.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS