Homem pede ajuda à polícia para que mulher que o trai e agride saia de casa

Ela, inclusive, já possui outro relacionamento, mas não sai da casa dele

Um homem de 58 anos procurou a polícia nessa quarta-feira (5) e pediu ajuda para uma situação atípica: que a companheira, de 33 anos, que o trai e o agride, saia de casa.

Segundo o homem, morador de Cuiabá, ele mantém uma união estável com a mulher, mas sofre agressões verbais e físicas diariamente.

A mulher tem casa própria, mas há sete meses resolveram morar juntos na casa dele, por terem um filho de 10 anos. Ela, no entanto, vive a chamá-lo de “corno” e “vagabundo” e pede para que ele bata nela.

Quando procurou a polícia nessa quarta-feira, o homem estava com várias escoriações pelo corpo, que disse terem sido causadas pela mulher, que ainda ameaçou lhe cortar com uma faca, na frente do filho, que vive vendo a mãe batendo no pai.

Aos policiais, ele disse que só quer que a companheira saia de sua casa, afinal, ela também já possui um relacionamento com outro homem e até leva o filho do casal para ver o amante, como se vivessem em família.

Ela costuma deixar o carro na casa da mãe dela, quando não está trabalhando, e sai escondida com o namorado. O marido, inclusive, tem prints do rastreamento do celular da mulher, que mostram que ela sempre está em um motel de Cuiabá.

Além disso, segundo a vítima, a esposa recebe dinheiro da relação com o amante.

Sem saber mais o que fazer para que a mulher saia de casa e pare de o agredir, ele resolveu pedir ajuda à polícia e registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPF cumpre 6 mandados de prisão contra fraudes em contratações na saúde
Próximo artigoConflito de terras em MT