Homem é morto a pauladas por supostamente ter roubado um celular

Caso aconteceu nessa quinta-feira (29), no interior de Mato Grosso

(Imagem ilustrativa / Pixabay)

Um homem de 41 anos, identificado como Valdeir Mendonça Monteiro, foi morto a pauladas nessa quinta-feira (29) por dois homens, de 27 e 38 anos, que justificaram o crime afirmando que a vítima supostamente teria roubado o celular de um deles.

A Polícia Militar foi acionada por testemunhas, que encontraram o corpo da vítima ensanguentado no pátio de um posto de combustível, no centro de Nova Maringá (370 km de Cuiabá).

Uma equipe da PM foi até o local e encontrou um homem debruçado em uma poça de sangue e já sem vida. A Polícia Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foram acionadas.

Os policiais começaram a tentar checar informações de quem teria praticado o crime e chegaram ao endereço de um dos suspeitos. Eles foram até o local e foram recebidos por um homem, que disse que o suspeito, de 38 anos, estava dormindo.

Ele foi chamado e não só confessou o crime, como contou que não o havia cometido sozinho, mas sim com a ajuda de um comparsa, de 27 anos.

Segundo o acusado, os dois teriam matado Valdeir a pauladas porque ele havia roubado o celular de um deles. Ele ainda levou os policiais até o local em que os dois suspeitos haviam escondido a madeira que usaram para praticar o crime.

Ele foi levado para a delegacia e, em seguida, os policiais saíram em busca do outro acusado. Os policiais logo receberam uma denúncia de moradores, que haviam visto o suspeito próximo ao local do crime.

Ele foi localizado e confessou ter participado do homicídio, tendo dado ao menos três pauladas na cabeça da vítima, enquanto o outro suspeito deu uma.

O caso foi registrado como homicídio doloso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorÚltimo dia para o Fies
Próximo artigoÁguas Cuiabá divulga novo número de WhatsApp