É a hora de cobrar

Figueiredo tenta "colher os louros" de sua atuação frente à Saúde

Saúde pode ser um bom cabo eleitoral, principalmente em meio a uma pandemia. Pelo menos é isso que demonstram as atividades do pré-candidato a deputado federal Gilberto Figueiredo (União Brasil), que também ocupou o cargo de secretário de Estado de Saúde.

Final de semana, ele esteve em Querência (774 km de Cuiabá) em uma reunião com o prefeito, Fernando Gorgen, vereadores e lideranças locais. Na ocasião, ficou muito distante do que prega o versículo bíblico que diz “que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita”.

Sentado em volta da mesa, fez questão de deixar claro como foi importante a intervenção do governo do Estado e dele como gestor da Pasta de Saúde na captação de recursos para construção do Hospital Municipal de Querência, bem como os investimentos em outras ações da Saúde no Município, entre elas as relativas à pandemia.

“A parte difícil da gestão passou. Hoje já temos recursos para investir mais na saúde. A saúde financeira do governo hoje dá condições para fazer esse trabalho responsável e fazer esses investimentos. Temos um governo de perfil sério. Se não tiver isso você não cuida do Estado. Fizemos muito e vamos continuar fazendo. E tudo isso dentro da SES, as reformas, os repasses, os investimentos. Quem tocou todo esse processo foi a Secretaria. Temos vazios assistenciais ainda, mas vamos continuar buscando melhorar sempre”, completa.

Para concluir o compromisso, fez questão de ir fiscalizar in loco a obra do hospital para tirar uma foto bem bonita e que certamente será aproveitada na campanha.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCaso Daniel Silveira: Bolsonaro avalia que STF cometeu “excesso” em sentença contra parlamentar
Próximo artigoReconstruindo a visão