Descubra três coisas que você tem que (des)aprender para ser um empreendedor

Milionário diz que a escola ensina a ser um bom funcionário, não um bom dono de negócio

(Foto: Energepic.com / Pexels)

O milionário do ramo imobiliário nos Estados Unidos, Samuel Leeds, chamou de “mentiras” que a escola te ensinou e listou três coisas que você precisa desaprender, se quiser ter sucesso em um negócio próprio.

1. Nada de cola

No mundo dos negócios, segundo Leeds, esse é um péssimo conselho. Se você quer poupar tempo e dinheiro, nada melhor do que aprender com quem já fez.

Claro que você não deve sair por aí plagiando os concorrentes, principalmente, nos casos em que os produtos e processos estiverem protegidos por lei (o LIVRE e a Domínio Marcas MT, aliás, produziu um conteúdo sobre registro de marcas que você pode conferir no Instragram).

Mas é perfeitamente possível – e recomendável – ver como alguém chegou onde você quer chegar e analisar se é possível percorrer o mesmo caminho.

2. Aprenda antes de colocar em prática

Segundo Leeds, se você seguir essa regra que a escola costuma ensinar, pode correr o risco de nunca tirar seus planos do papel. Já ouviu o ditado de que o aprendizado nunca termina?

Nos negócios, o recomendável é que você aprenda o que é necessário para começar e comece. O restante do conhecimento vem com a mão na massa, o que, aliás, leva a terceira regra.

3. Não cometa erros

Na escola, os erros são punidos. Representam um sinal de que você, talvez, não tenha se esforçado o suficiente para aprender o que precisava. Nos negócios, conforme Leeds, eles são um sinal de que você tentou algo novo.

Não deu certo, aprenda o que aquele erro tinha para te ensinar e siga em frente.

(Com informações do site Pequenas Empresas e Grande Negócios)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCopa América: veja horários e onde assistir os jogos
Próximo artigoMega-Sena: aposta única leva prêmio de R$ 43,2 milhões