CPI da Covid vai investigar Pazuello, Araújo, Queiroga e mais 11 membros do governo federal

Desde o início, a CPI é acusada de perseguir o governo Bolsonaro para obter vantagens políticas

Brasília - O senador Renan Calheiros, durante sessão onde o Senado aprovou, em segundo turno, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição do Teto de Gastos (PEC 55/2016) (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Nesta sexta-feira (18), a CPI da Covid publicou uma lista com 14 nomes do governo federal que passarão da condição de testemunhas para a de investigados pela CPI. Desde o início, a CPI sofre acusações de tentar desgastar e perseguir o governo Bolsonaro.

Entre os membros do governo que serão investigados estão o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, seu antecessor Eduardo Pazuello, o ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo e o ex-secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten.

Perseguição ao governo Bolsonaro

Embora a CPI tivesse como um dos objetivos focar desvios de verba pública e outros casos de corrupção envolvendo governadores, os membros da CPI focaram no governo Bolsonaro.

Lista completa dos investigados

Marcelo Queiroga: atual ministro da Saúde
Eduardo Pazuello: ex-ministro da Saúde
Ernesto Araújo: ex-ministro de Relações Exteriores
Fabio Wajngarten: ex-secretário de Comunicação Social da Presidência
Mayra Pinheiro: secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde
Nise Yamaguchi:  médica oncologista e imunologista
Paolo Zanotto: virologista
Carlos Wizard: empresário
Arthur Weintraub: ex-assessor especial da Presidência
Francieli Fantinato: coordenadora do Programa Nacional de Imunização
Marcellus Campêlo: ex-secretário de Saúde do Amazonas
Elcio Franco: ex-secretário executivo do Ministério da Saúde
Hélio Angotti Neto:  atual secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde
Luciano Dias Azevedo, atual anestesista da Marinha apontado como autor de proposta para alterar a bula da cloroquina

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Piada isso? Relator com 47 processos nas costas, presidente da CPI envolvido em desvio de mais de 300 milhões da saúde no Amazonas. E vão investigar outras pessoas?
    O que está virando esse país com esse STF?
    Isso é o APOCALIPSE !!!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom faixa nazista no braço, rapaz é expulso de shopping
Próximo artigoNova série iCarly será “mais adulta” e terá “situações sexuais”, diz elenco