AMM processa deputado por dizer que prefeitos recebem R$ 19 mil a cada morte por covid

Em discurso na Assembleia, Sílvio Fávero ainda disse que prefeitos têm fraudado atestados de óbito de quem morre de outras causas

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Associação Mato-grossense dos Municípios, protocolou nesta segunda-feira (13), em nome de todos os prefeitos do Estado, uma representação contra o deputado estadual Silvio Fávero (PSL).

Em discurso, na tribuna da Assembleia Legislativa, no último dia 29, o parlamentar afirmou que os prefeitos de Mato Grosso têm recebido R$ 19 mil por cada morte atestada pela covid-19.

Ainda de acordo Fávero, os prefeitos estariam deixando as pessoas morrerem e “manipulando a causa morte” para supostamente receber recursos do governo federal.

Presidente da AMM, Neurilan Fraga (PSD) explicou que a representação encaminhada à própria Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) pede a instauração de um processo disciplinar contra o deputado, por quebra de decoro parlamentar.

A representação será analisada pela Comissão de Ética.

“O deputado foi longe demais ao dizer inverdades, imputando falso crime à imagem dos prefeitos, induzindo a população a acreditar que os gestores estão tirando proveito da situação, deixando pessoas morrerem para depois receber o repasse da União. Isso é um absurdo”, disse Fraga.

De acordo com a AMM, as declarações do deputado já foram desmentidas pelo Ministério da Saúde e pela Secretaria de Saúde de Mato Grosso.

“Esta não é a atitude esperada pelo prefeitos, de um deputado. Ao invés de proferir inverdades, ele poderia se mobilizar com a bancada federal para trazer para Mato Grosso mais equipamentos para a saúde e hospitais de campanha”, criticou o presidente.

O que diz Sílvio Fávero?

A reportagem do LIVRE tentou em contato com o deputado Silvio Fávero, mas até o momento não houve retorno.

O espaço segue aberto para manifestação.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. O Deputado foi muito restrito, por não ser médico, e com alguns erros, na sua apreciação dos custos parciais. pois nos custos totais é só multiplicar o valor da atual Mortalidade de 85 mil patricios X (por baixo 20.000,00 Reais (de um Único dia no CTI)>>01 BI e 600 mil reais…
    Na realidade ele antes de falar deveria ter tido o cuidado com aspectos fundamentais: ,) Quem paga as diarias de UTIs ? Resposta>>o “SUS”. Para quem ? >>Empresas Estrangeiras de produtos que repartem a “bola” aos interessados da área, desde que sejam falecidos pelo Covid (sem ter feito a Prevenção com a IVERMECTINA (por exemplo) …
    2) Quanto Custa 01 diária: Cerca de 20 mil R$; (Afora os CUSTOS ABAIXO)
    3) Custos de 01 canula traqueal`> (de uso unico para a entubação ?)>>R$ 02 mil; (fabricação no exterior!!)
    4) Custos de 01 respirador fabricado no exterior ? 10/20 mil R$….
    5) Custos do Oxigênio (por Hora de Ventilação com Oxigênio) -captado no “nosso ar/filtrado/ revendido” por uma ÚNICA EMPRESA a W.M, -cerca de 01 mil R$;
    Acrescidos do uso de medicamentos Corticoides/Antib. / Antitromboticos / Material diverso + Acrescidos de (sondas/cateteres, etc) e se Precisar de RX (Ops! Não funciona!) Só tomografia!!+ Mais outras tecnicas necessarias ou não>> Hemodialise+Cateterismo cardiaco, etc, etc.
    Daí que o Deputado Denunciante SUBFATUROU….

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCheck-up em SP
Próximo artigoRecorrendo de que?

O LIVRE ADS