Agora é lei

Quem escolher marca de vacina nos polos de vacinação contra a covid-19 em Cuiabá, vai para o fim da fila

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

A medida já era praticada em Cuiabá, mas agora tem força de lei. Quem estiver agendado para tomar a primeira dose da vacina contra a covid-19 e se recusar a receber determinada marca de imunizante só terá uma nova oportunidade de ser vacinado após o término da vacinação de todas as pessoas que estiverem cadastradas, ou seja, será mandado para o fim da fila.

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) explicou que foi necessário aprovar e sancionar uma lei nesse sentido devido ao alto número de recusas de vacina na Capital.

“No começo da campanha, tínhamos apenas dois tipos de vacina e a população estava muito feliz em ter a oportunidade de se vacinar com qualquer um dos imunizantes. Com a chegada de novos, de outros laboratórios, muita gente passou a achar que tinha o direito de escolher. Isso causou grandes transtornos para as equipes”, justificou o prefeito.

A nova lei recebeu o número 6.703, foi publicada na Gazeta Municipal nº 215 e já entrou em vigor.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJovem é agredida por ex-namorado, levada à força para a casa dele e estuprada
Próximo artigoGeneral Mourão pode disputar governo do Rio em 2022