70 mil novos empregos: o que diz quem conseguiu voltar ao mercado em 2021

Mesmo ainda em cenário pandêmico, Estado registrou crescimento nos números ao longo de 2021, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência.

(Foto: Reprodução)

Na contramão das expectativas devido a pandemia do coronavírus, Mato Grosso contabilizou ao menos 71.880 novos postos de emprego com carteira assinada em 2021, conforme os dados do Novo Caged do Ministério do Trabalho e Previdência. Os números correspondem ao período de janeiro a novembro e sinalizam uma expectativa de repetirem o cenário positivo também em dezembro, cujo levantamento ainda não foi divulgado.

A assistente administrativa Amanda Matos Vicente Amador, de 34 anos, é uma das pessoas que fazem parte dessa estatística. Ex-autônoma, no ano passado, conquistou uma oportunidade de emprego depois de passar por um momento difícil durante a pandemia.

Amanda conta que durante seis anos teve uma pequena empresa de decoração de festas e em 2019, quando teve um bebê, decidiu encerrar o negócio. No ano seguinte, estourou a pandemia da covid-19 e as creches fecharam. Com a mãe e sogra integrantes do grupo de risco para a doença, não tinha com quem deixar as crianças e passou 2020 em casa. Nesse meio tempo, o marido perdeu o emprego.

“Foi um período difícil, nos adaptamos. Já tínhamos vendido sanduíche e voltamos para isso naquele momento”, relembra.

Em 2021, quando a vida começou a voltar para os trilhos e as creches reabriram, Amanda buscou emprego e conquistou a oportunidade oferecida pela concessionária responsável pelo abastecimento de água na Capital. No mês de abril veio a contratação.

Amanda conseguiu o emprego em abril de 2021 (Foto: Ednilson Aguiar / O Livre)

Porém, a felicidade lutou com a tristeza trazida por uma ocorrência inesperada. A mãe de Amanda adoeceu com covid-19 e não resistiu ao coronavírus. Recém-contratada, a auxiliar administrativo precisou lidar com o luto dessa perda e contou com o apoio da empresa nesse momento.

Agora, os planos para o ano que se inicia é continuar a descoberta e investir na nova área profissional. “Espero crescer ali, eu me encaixei bem na área, tanto que planejo fazer faculdade de Recursos Humanos agora”, conta.

Volta para a gerência

Patrícia Rodrigues Barros, de 36 anos, também conseguiu retomar a vida profissional na Capital. Em julho de 2018, após trabalhar por mais de oito anos em uma instituição financeira, ela foi para Goiânia com os planos de se dedicar a concursos públicos.

No meio do ano passado, voltou para Cuiabá com o filho bebê e passou a buscar uma nova oportunidade de emprego.

Patrícia hoje atua como gerente de vendas e concilia a maternidade com o trabalho (Foto: Acervo pessoal)

“Encaminhei o currículo e consegui a vaga para gerente de vendas”, conta. “Estou agora na melhor fase da minha vida”, diz sobre a maternidade combinada ao momento profissional em uma construtora.

Primeiro emprego

Ser reinserido no mercado de trabalho é um desafio e conseguir o primeiro emprego não é diferente. Thaliny Silva Dias Pimenta, de 17 anos, sabe como é ter essa expectativa. A adolescente queria entrar no mercado de trabalho e a procura aconteceu justamente no auge da pandemia em Mato Grosso no ano passado.

Thaliny entrou no mercado de trabalho em 2021 (Foto: Acervo pessoal)

“Eu queria adquirir experiência, mas sabia que poderia não conseguir, porque os registros da covid-19 estavam muito altos, tinha muita instabilidade sobre o que aconteceria na cidade”, relata.

Mas a resposta assim que tentou a vaga de menor aprendiz foi positiva, em abril de 2021, e há nove meses tem aprendido no serviço de assistente administrativo em uma empresa do ramo da soja.

“Trabalho das 7h às 11h e estudo no período da tarde. Tenho gostado bastante da atividade que desenvolvo”, concluiu.

LEIA TAMBÉM

IBGE: desemprego cai 1,6 ponto percentual e atinge 12,6%

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPlanejamento e organização são fundamentais para sair das dívidas
Próximo artigoComeça a valer o pacote de redução de impostos realizado pelo Governo de MT