Recuperado da covid-19, paciente da Santa Casa relata atendimento durante internação

Após seis dias de internação, Alexandro afirmou que, apesar de ter sido muito bem atendimento pelos profissionais da Santa Casa, “nada melhor do que poder sair com saúde e ter mais tempo para aproveitar a família"

“Padrão de qualidade comprovado e equipe muito engajada”, é o que atesta Alexandro Alves de Souza, sobre o atendimento que recebeu no Hospital Estadual Santa Casa, no final de junho, durante tratamento da Covid-19.

Representante comercial, Alexandro chegou a ter 50% dos pulmões comprometidos. Apesar da gravidade, não precisou ser entubado. Ele explica que uma das estratégias usadas pela equipe médica da unidade, durante o tratamento, orienta o paciente a falar pouco para preservar os pulmões.

“É preciso poupar os pulmões o máximo que for possível, dizia a equipe. Eu e minha esposa recebemos atenção e cuidados todos os dias. Um dos coordenadores passava constantemente nos quartos para saber se todos estavam bem, sempre muito cuidadoso. Minha esposa também foi assistida”, contou.

A companheira de Alexandro também foi diagnosticada com a doença, mas não precisou ser internada. Durante o período de tratamento do marido, ela recebeu suporte e acompanhamento médico, o que a auxiliou nos cuidados para com o bebê da família e com a própria saúde.

Após seis dias de internação, Alexandro afirmou que, apesar de ter sido muito bem atendimento pelos profissionais da Santa Casa, “nada melhor do que poder sair com saúde e ter mais tempo para aproveitar a família. É muito bom estar vivo e poder desfrutar novamente desse amor”, se emociona.

Sobre o tempo que passou internado, Alexandre reitera o bom atendimento, agradece os cuidados recebidos e a oportunidade de poder sair dessa situação com saúde.

“Sou grato à toda equipe, médicos, enfermeiros, todos esses profissionais tão importantes neste momento de incertezas. Agradeço por todos os cuidados que tiveram comigo e com minha família, não poderia ser melhor. Agradeço por minha vida e por poder voltar à minha família”, completou.

(Com assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBrasil poderá ter três vacinas contra a covid-19 até o fim do ano
Próximo artigo7 motivos que nos fazem perguntar: será o fim dos tempos?

O LIVRE ADS