Presidente de associação da Unimed é acusado de receber R$ 130 mil em repasses irregulares

Dinheiro seria ‘devolvido’ por empresa contratada do PróUnim; denúncia anônima surgiu em meio à judicialização do processo eleitoral

(Foto: Divulgação)

O presidente do Programa de Ação Social da Unimed Cuiabá (PróUnim), Renato André Argenti Palma, é acusado de receber R$ 130 mil por meio de repasses supostamente irregulares efetuados pela empresa M. A. da Cruz Vida e Saúde.

A denúncia veio à tona em meio à judicialização do processo de escolha da nova diretoria da Unimed Cuiabá, marcada para a próxima sexta-feira (1º). Só uma chapa foi deferida e nela está a esposa de André Palma, Suzana Aparecida Rodrigues dos Santos Palma, que já ocupa o cargo de diretora de Mercado da Unimed.

Segundo a denúncia que chegou ao LIVRE, a M. A. da Cruz Vida e Saúde seria contratada do PróUnim. O suposto contrato renderia à empresa repasses mensais de aproximadamente R$ 16 mil, dos quais cerca de metade seria “devolvida” a André Palma.

Um documento apócrifo a que o LIVRE teve acesso lista os supostos pagamentos à empresa e repasses dela a André Palma, entre fevereiro de 2018 e janeiro deste ano.

A PróUnim é uma entidade sem fins lucrativos ligada à Unimed Cuiabá, que tem como objetivo desenvolver projetos e políticas de assistência social. Os colaboradores da Unimed que atuam no programa não recebem pagamentos, são voluntários.

Outro lado

Em nota, André Palma afirmou que o PróUnim “tomará as providências cabíveis quanto às falsas denúncias“. Também repudiou e disse ver com indignação o fato de que “um grupo de cooperados, aspirante à disputa das eleições para a diretoria da Unimed Cuiabá”, tente usar o programa “com fins eleitoreiros”.

Destacou ainda que o ProUnim é uma entidade autônoma, “com diretoria e administração próprios” e reiterou a regra de que os diretores do programa exercem trabalho voluntário.

A reportagem do LIVRE tentou contato com a médica que seria proprietária da M. A. da Cruz Vida e Saúde, mas não obteve retorno até o momento.

A eleição

São candidatos à presidência da Unimed Cuiabá o atual presidente, Rubens Carlos de Oliveira Júnior, e Salvino Ribeiro, inscrito na chapa que acabou indeferida. Ele tenta na Justiça obter o registro para se manter na eleição.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSUS terá nova modalidade de compra para medicamentos de doenças raras
Próximo artigoCCJ do Senado aprova texto que eleva o rigor na vistoria de barragens