Por um “recall” no STF

Suplente de senador efetivado quer votação para ministros

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O senador por Mato Grosso José Medeiros (PODE) tem defendido com unhas e dentes seu projeto que prevê um “recall” dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do senador que, diga-se de passagem, nunca foi testado nas urnas, os ministros devem passar por votação popular para permanecer no cargo.

O texto sugere que a população decida se eles devem ou não continuar no cargo dois anos após a nomeação e, caso mantidos, os mandatos seriam renovados a cada eleição presidencial. Nesta quarta-feira (27), o senador postou em seu perfil no Twiteer: “Que tal um recall dos ministros do STF?”.

O curioso da proposta é autoria, uma vez que o próprio senador nunca passou pelo crivo da população. Suplente de Pedro Taques (PSDB), ele só foi efetivado na vaga devido à renúncia do titular da cadeira, que tomou posse como governador do Estado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS