MT compra mais 4,6 mil sacos para enterrar vítimas da covid

Ano passado, o governo adquiriu 10,9 mil unidades, que estão quase no fim. A covid já matou quase 12 mil em MT

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) abriu um processo para aquisição de 4,6 mil sacos impermeáveis e à prova de vazamento específicos para o enterro de pessoas com doenças contagiosas, entre elas a covid-19.

No mesmo período do ano passado, o órgão adquiriu 10,9 mil produtos idênticos. Os dados da pandemia indicam que o estoque já deve estar próximo do fim.

Dados da própria SES, presentes no painel epidemiológico atualizado diariamente, citam 11.752 mortes, desde o começo da pandemia.

Vale lembrar que a letalidade da vocid em esfera nacional ultrapassa as 500 mil vítimas.

Cada momento uma avaliação

Em maio do ano passado, quando o Estado comprou a primeira remessa de 10,9 mil sacos, muito se discutiu sobre a quantidade. O país estava no começo da pandemia e ainda não se tinha um diagnóstico concreto da letalidade do vírus.

Para se ter uma ideia, naquela época, Mato Grosso tinha registrado 32 mortes e os dados nacionais apontavam o óbito de 16,8 mil brasileiros.

De lá para cá, foram vivenciadas algumas estratégias de combate à pandemia que passaram por tratamentos preventivos e isolamento social. Agora, o país tenta a imunização, que também enfrenta dificuldades por conta da escassez de vacina e o não comparecimento das pessoas aos postos de vacinação.

Caso a pandemia não seja controlada e o gasto com sacos continue no mesmo ritmo – cerca de 900 unidades por mês – a nova compra (4,6 mil unidades) deve atender a demanda de Mato Grosso somente até novembro.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEx-BBB perde mais de 50 mil seguidores ao criticar Bolsonaro no Twitter
Próximo artigoJanaina no rodízio