Gripe H3N2 chega em Cuiabá e três casos são detectados

Secretaria de Saúde do Município afirma que cenário não caracteriza surto da doença e reforça que o médico deve ser procurado assim que aparecer qualquer sintoma

Imagem Ilustrativa (Foto: Freepik)

A Secretaria Municipal de Saúde da Capital confirmou que três pessoas foram positivadas para o tipo de gripe Influenza A-H3N2 neste mês. A Pasta esclarece que esse cenário ainda não configura um surto da doença.

O comunicado foi feito nesta sexta-feira (17) e o Município reforça que, em relação à Influenza, independente se do tipo H1N1, H3N2 ou Influenza B, a notificação é obrigatória, conforme determinação do Ministério da Saúde.

A diretriz ministerial pontua que quando o paciente apresenta sintomas como alteração de saturação ou dificuldade respiratória, é feita a notificação e depois os exames para confirmar as causas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

“Desde o começo da pandemia de covid-19, todos os casos foram vinculados à notificação da covid-19, pelo fato de ambos se tratarem de SRAG”, frisa a SMS em nota.

Com relação aos quadros positivados, não foram divulgadas mais informações quanto ao estado de saúde dessas pessoas.

A SMS informa ainda que observou um aumento da procura de pacientes com síndromes gripais nas unidades de saúde, mas ressalta que a grande maioria desses casos são de síndromes gripais não graves, que não são de notificação compulsória.

A Pasta destaca também que o trabalho de prevenção à gripe é feito através da campanha de vacinação, realizada nas unidades básicas de saúde, que já ultrapassou 75% do público-alvo.

Os  cuidados a serem adotados para prevenir os vírus do tipo Influenza são os mesmos já intensamente divulgados quanto à covid-19, como etiqueta respiratória, lavagem constante das mãos e distanciamento social.

Em caso de sintomas, a Secretaria orienta pela procura de atendimento médico para avaliação, tratamento e notificação.

LEIA TAMBÉM

Influenza: cobertura vacinal em MT está em 64,5%

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça declara ilegal greve dos policiais penais em Mato Grosso
Próximo artigoIndígena é preso após passar a mão nas partes íntimas de criança em MT