Influenza: cobertura vacinal em MT está em 64,5%

Idosos e crianças se destacam como os grupos prioritários com maior índice de vacinação; Dentre os municípios, cidades do interior estão em ritmo mais acelerado do que a Capital

(Divulgação)

Ainda em meio a campanha de imunização contra a Influenza, Mato Grosso está com a cobertura vacinal em 64,5%.

Dentre os principais grupos que têm recebido o imunizante estão os idosos e as crianças. No caso das pessoas acima de 60 anos, a imunização está em mais de 95%.

Já são quase quatro meses de mobilização em prol da imunização em um ano no qual não há registros da doença.

Processo de imunização

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde foram distribuídas distribuídas 1.470.000 doses de vacina contra a influenza aos 141 municípios. A meta é imunizar ao menos 1.218.864 pessoas, ou seja, 83% do público alvo.

Conforme o monitoramento do Ministério da Saúde, as cidades do interior do Estado são as que apresentam os melhores índices de imunização.

(Foto: O LIVRE)
(Foto: O LIVRE)

A Capital ainda tem um longo caminho a ser percorrido nesse processo de vacinação de todos os grupos prioritários. Até agora, mais de 145 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe, o que dá em torno de 65% de cobertura vacinal, em relação às 220 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

Podem se vacinar as pessoas a partir dos 6 meses de idade. A Secretaria Municipal de Saúde alerta apenas para quem se imunizou contra a covid-19. Nesse caso é preciso esperar um intervalo de 15 dias entre as aplicações dos imunizantes.

Em Cuiabá, dentre as 107 unidades básicas de saúde, não estão aplicando a vacina da influenza os postos de saúde da família (PSF) que atendem os pacientes com covid-19. São eles: o PSF Osmar Cabral / Liberdade, PSF Nova Esperança, PSF Pedra 90 lll e lV e PSF São Gonçalo, na região Sul; PSF Novo Horizonte e CS Ana Poupina, na região Leste; PSF Santa Amália /Jd. Araçá, PSF Santa Isabel I e II e PSF Santa Isabel III, na região Oeste.

Rede particular

O imunizante contra a influenza pode ser encontrado também na rede privada. A Unimed Cuiabá, por exemplo, é um dos locais que disponibiliza a vacina para venda.

A cooperativa informa que nos últimos meses registrou uma baixa procura pela vacina. Até o mês de julho foram aplicadas 17 mil doses.

Conforme a rede privada essa queda na busca pela imunização se deve pela preocupação de confrontar as doses da vacina da gripe com a da covid-19.

A partir de setembro, a Unimed Cuiabá deve disponibilizar o imunizante para o público em geral, em campanha com preços promocionais.

Atualmente, o preço de mercado varia entre R$ 70 e R$ 100, a depender do laboratório fabricante.

Queda nos casos

(Foto: O LIVRE)

A queda nos casos é bastante esperada pelos profissionais que trabalham com esse tipo de infecções e epidemiologia porque houve o isolamento social.

“Com a chegada da pandemia do coronavírus houve uma diminuição na aglomeração, muitas pessoas foram para home office, as escolas fecharam. Então, sobrou pouco espaço para esses vírus respiratórios”, explica a médica infectologista do Hospital Universitário Júlio Müller Danyenne Rejane de Assis.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConta de luz seguirá na bandeira vermelha 2 em setembro
Próximo artigoVídeo | Bombeiros são acionados para conter incêndio em mata em Cuiabá