Empresário é condenado a 18 anos de prisão depois de criticar censura na China

Ren Zhiqiang criticou a falta de liberdade de expressão e disse que o combate ao COVID-19 poderia ter sido mais eficiente se o país tivesse mais liberdade

(Reprodução)

O empresário chinês Ren Zhiqiang foi condenado a 18 anos de prisão por “corrupção” pelo tribunal de Pequim, na China. A condenação acontece poucos meses depois de o empresário fazer críticas à falta de liberdade no país.

Em artigo online, Ren disse que o coronavírus chinês poderia ter sido combatido mais cedo e com mais eficiência se houvesse liberdade de expressão na China e os jornalistas não fossem censurados em seu trabalho.

“Isto é perseguição política, pura e simplesmente. Esta acusação não se deveu a crimes econômicos, mas sim a opiniões políticas”, disse Ren ao jornal New York Times, sobre sua condenação.

A China comunista ainda é considerado um dos países mais fechados no mundo. O país é famoso por usar de forte repressão aos opositores do sistema.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDe quem é a culpa pelas queimadas? Deputado de MT defende pantaneiros
Próximo artigoAécio Rodrigues: conheça os candidatos a prefeito de Cuiabá