Cuiabá: visitantes de pacientes internados terão que comprovar vacina contra a covid

Diferente de outros estabelecimentos, unidades de saúde não devem aceitar teste negativo para covid como "passaporte sanitário"

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

A partir desta quinta-feira (2), acompanhantes e visitantes de pessoas internadas em  Cuiabá só poderão entrar nos hospitais ou unidades de saúde se comprovarem ter tomado as duas doses da vacina contra a covid-19.

A medida passou a ser válida com a publicação do Decreto 8.832, que instituiu o chamado “passaporte sanitário” na Capital.

Além de hospitais, a comprovação também será exigida em estádios, ginásios esportivos, cinema, teatro, museu, salão de jogos, casa de shows e de apresentação artística em geral. Nestes casos, todavia, ainda será possível entrar apresentando somente um teste negativo para a doença.

No caso dos hospitais, somente a carteirinha de vacinação será aceita. As exigências valem mesmo para adolescentes com mais de 12 anos, público para o qual a vacina contra a covid-19 já está liberada.

De acordo com a Prefeitura de Cuiabá, o objetivo com a cobrança – além do controle da pandemia – é “incentivar” as pessoas que já podem, mas ainda não foram, a tomarem a segunda dose da vacina.

“Eu quero que as 57 mil pessoas que não tomaram a segunda dose, vão tomar a segunda dose. Eu quero que as 20 mil que não tomaram nenhuma dose, vão tomar as duas doses e quero universalizar a vacinação dos adolescentes de 12 a 17 anos”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCâmara Federal pode votar regulamentação do mercado de crédito de carbono
Próximo artigoParceiro de Mato Grosso