Após perder marido, empresária se reinventa no segmento estético

Laís Tomiko conta que se inspirou em grandes manicures

O ano era 2013 e Laís Tomiko trabalhava como corretora de imóveis.

Com o esfriamento do mercado devido a copa de 2014 no Brasil, ela trabalhava também como freelancer em uma companhia telefônica.

Nesse mesmo ano, após um acidente de moto, Laís perde o seu marido.

Além de lidar com o luto da perda, ela precisava sustentar sua filha, Luna, na época com dois anos de idade. Era preciso uma alternativa que ao mesmo tempo pagasse as contas, mas que também possibilitasse ter tempo com a sua filha. “Minha filha era muito apegada ao pai” ela comenta.

Na época, sua cunhada que usava unhas de gel, sugeriu que ela fizesse um curso na área, porque, se ela atendesse uma cliente por dia, de segunda a sexta, ganharia o dobro do que vinha ganhando e ainda teria tempo para ficar com a Luna.

Laís comenta que sempre teve facilidade com atividade manuais, um dos motivos do seu rápido crescimento. Ela fez o curso e começou testando em pessoas mais próximas, como em vizinhos, parentes e amigas.

Quando se lançou de fato para o mercado, em 6 meses estava com a agenda lotada e precisou atender em um espaço físico, porque atendia em domicílio até então. Não demorou muito para que logo tivesse o seu próprio espaço, sua própria equipe e o seu próprio método de fazer unhas.

O método Laís Tomiko

Devido a sua facilidade com as mãos, o seu aprendizado foi muito rápido. Porém, algumas coisas ainda a incomodavam. Ela quis melhorar tudo aquilo que fosse possível, seja no acabamento das unhas, na durabilidade, qualidade dos produtos e muito mais.

Laís conta que se inspirou em grandes manicures, reparava dos detalhes dos elas faziam e como poderia melhorar a sua própria execução. A cada dia o seu método na aplicação e manutenção das unhas de fibra foi ficando melhor. Até a sua forma de retirar as cutículas é diferente através da “cuticulagem contínua”.

Hoje ela atende no Jardim das Américas, em seu próprio espaço, em que ela prioriza a qualidade e não a quantidade de atendimentos; por isso trabalha com uma equipe enxuta, mas muito eficiente.

Além disso, ela começou a fazer formação através do seu método para outras manicures, onde ela ensina desde questões técnicas a questões de postura profissional.

Ela diz “O que me move, na verdade, não é o dinheiro. Mas mudar a autoestima das minhas clientes e as vidas das manicures através dos meus cursos”.

 

Atividade física

Nesse processo todo, a atividade física foi fundamental. Elementos como autoconfiança, disposição e fortalecimento foram consequência na redução de 45kg do seu peso.

Nos últimos anos, acompanhada pelo médico Dr. Cláudio ela diz “Se a meta era reduzir 5kg, eu reduzia 6kg. E foi assim sempre com as nossas metas, eu entregava sempre a mais.”

A musculação impacta diretamente o seu trabalho, porque como manicure, ela passa o dia sentada em trabalhos manuais. Ter os braços e as costas fortalecidas faz toda diferença. Ela brinca “Eu trabalho mais que homem, tenho que estar com os braços fortes mesmo”.

“O emagrecimento é uma questão de amor próprio” ela conclui.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorZoofilia: Homem é preso após ser flagrado estuprando égua em MT
Próximo artigoApostador de Cuiabá acerta os sete números da Timemania e ganha mais de R$ 10 milhões