A volta da CPI

Justiça rejeita recurso da Câmara e manda, de novo, reabrir CPI

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Câmara de Cuiabá tem até sexta-feira (4) para retomar as atividades da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó, que investiga a suposta quebra de decoro do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

A investigação foi aberta com base no vídeo em que Emanuel aparece recebendo dinheiro que, segundo o ex-governador Silval Barbosa delatou, seria propina. Na época, o prefeito era deputado estadual.

O prazo de 48 horas para reabertura da CPI foi determinado pelo juiz Wladys Roberto Freire do Amaral no dia 19 de setembro. A presidência da Câmara, no entanto, recorreu.

Ao analisar o recurso, o juiz João Thiago de França Guerra ponderou que não houve omissão ou contradições na decisão anterior. Destacou que, pelo contrário, “a sentença é clara”.

A CPI do Paletó foi instaurada em novembro de 2017. Contudo, em março de 2018, acabou suspensa por determinação judicial. A briga se deu por conta da nomeação de seus membros.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCine Senar é recorde de público em Primavera do Leste
Próximo artigoEstudantes e professores da UFMT fazem protesto no centro de Cuiabá

O LIVRE ADS