Juiz manda reabrir CPI

Câmara de Cuiabá tem 48 horas para escolher quem vai investigar prefeito

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O juiz Wladys Roberto Freire do Amaral determinou que a Câmara de Cuiabá reinicie, num prazo de 48 horas, a investigação contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) que ficou conhecida como CPI do Paletó.

O presidente da Câmara, vereador Misael Galvão (PSB), foi notificado da decisão na manhã desta quinta-feira (19). No despacho, o juiz também ordena que novos membros sejam escolhidos para a CPI.

Faziam parte da comissão os vereadores Adevair Cabral (PSDB) e Mário Nadaf (PV), presididos pelo vereador Marcelo Bussiki (PSB). Cabral e Nadaf, no entanto, assinaram o requerimento para a instalação da CPI somente após o documento já ter sido protocolado.

Na época, os autores do pedido de CPI viram uma “manobra” da base na Câmara para evitar que um parlamentar de oposição fosse o relator da investigação. A tese foi acolhida pelo juiz Wladys Roberto Freire do Amaral.

Além da notificação judicial, Misael recebeu um pedido por escrito do vereador Diego Guimarães (PP) para compor a CPI a partir do momento em que ela for reaberta. Em nota, o presidente da Câmara disse que vai tomar uma decisão após se reunir com a procuradoria da Casa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS