Video: Argentinos voltam a protestar contra o governo

Com gritos e paneladas, os manifestantes exigiram a saída dos líderes de esquerda Alberto Fernández e Cristina Kirchner

(Foto: reprodução/Twitter)

Na noite dessa quarta-feira (15), milhares de pessoas protestaram contra o governo dos socialistas Alberto Fernández e Cristina Kirchner na Argentina. Desde o ano passado o país passa pela pior crise financeira de sua história.

Os manifestantes se encontraram no começo da noite em frente à Quinta de Olivos, residência oficial do presidente da República do país. Além de bater panelas, os manifestantes exigiram a renúncia do presidente de esquerda através de gritos e palavras de ordem.

Causas da manifestação 

A manifestação foi marcada depois que o governo federal anunciou novas medidas restritivas na capital Buenos Aires.

Dessa vez, o governo argentino ampliou o toque de recolher noturno (das 20h às 06h) e suspendeu as aulas presenciais por duas semanas. Além disso, o horário comercial foi reduzido a dez horas.

Lockdown sem eficiência

Desde o início da pandemia, o país investiu no isolamento social, mas não conseguiu diminuir o número de contaminados e gerou um colapso da economia nacional.

O país hoje enfrenta o pior momento de calamidade financeira de sua história recente. Em alguns lugares falta comida e outros itens básicos.

O número de óbitos também não caiu devido ao lockdown e hoje a Argentina ainda possui uma das maiores taxas de óbitos e internações por coronavírus do mundo.

Veja o vídeo 

 

 

 

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno de MT diz que pode pedir autorização ao STF para aplicar a Sputnik V
Próximo artigoCâmara aprova aumento de pena para crimes de abandono de incapaz