TJMT rejeita recurso de suplente e mantém Abílio Júnior na Câmara de Cuiabá

Oséas Machado é quem “herdaria” a vaga de vereador com a cassação do colega, que foi anulada pela Justiça

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso rejeitou o pedido do suplente de vereador Oséas Machado pela suspensão do retorno de Abílio Júnior à Câmara de Cuiabá.

A decisão é do desembargador Márcio Vidal e foi proferida nesta segunda-feira (11).

Oséas é quem “herdaria” a vaga de Abílio com a cassação do mandato deste, decidida pela Câmara de Cuiabá no início de março. Ele recorreu ao TJMT por meio de um agravo de instrumento.

Entre os argumentos, Oséas citou o suposto cerceamento de defesa da própria Câmara quando o Tribunal decidiu, em favor de Abílio, anular – liminarmente – os efeitos da sessão em que a cassação foi aprovada.

(Foto: Reprodução/Câmara Municipal)

Em sua decisão, Márcio Vidal disse que tais argumentos precisam ser analisados no processo movido pelo próprio Abílio para reaver o cargo, já que a decisão em favor do vereador é temporária (liminar) e ainda tem que ser analisar pelo plenário do Tribunal.

O presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão (PTB), foi notificado também nesta segunda sobre a necessidade de devolver o cargo a Abílio.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCuiabá ganha cinema drive-in: um jeito antigo de ver filmes, diante de uma nova situação
Próximo artigoJustiça barra contratação de empresa para central de atendimento a pacientes do coronavírus