Quer ajudar o Pantanal e não sabe como? Descubra como doar

Movimento Salve o Pantanal tem uma vaquinha online e você também colaborar doando alimentos, remédios e outros insumos

(Foto: Reprodução)

As queimadas no Pantanal têm sensibilizado e mobilizado voluntários de todo o canto do país. E se você é uma dessas pessoas, mas não tem como participar do enfrentamento às chamas propriamente dito, há outras formas de colaborar.

O movimento “Salve o Pantanal” é uma dessas iniciativas. Nasceu da ideia do trio de profissionais de audiovisual Karol Nascimento, Rodrigo Godoi e Jeferson Prado e já foi abraçado por instituições mato-grossenses como a Ecotrópica – Fundação de Apoio à Vida nos Trópicos.

Trata-se de uma organização não governamental com sede em Cuiabá, que está arrecadando doações e recursos para ajudar as equipes e os moradores da região no resgate aos animais e no combate ao fogo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Salve o Pantanal (@salveopantanal) em

Quem quiser colaborar, pode enviar doações por meio da vaquinha online que já conseguiu superar a meta inicial de R$ 200 mil.

E para conhecer melhor o projeto, basta acessar o site da Fundação.

LEIA TAMBÉM

Entre os apoiadores dessa iniciativa está o Pantanal Shopping, que vai doar cerca de 3,6 mil litros de água potável e uma tonelada de frutas. Além de ajudar a dar visibilidade à ação, divulgando o movimento Salve o Pantanal em suas redes sociais.

“Os efeitos das queimadas são muito prejudiciais e nos sensibilizamos à causa para ajudar aqueles que estão no front, ajudando no resgate de animais e no apoio aos moradores da região”, comenta o superintendente do Pantanal Shopping, César Moraes.

Como nasce um movimento desses?

Karol Nascimento conta que a ideia surgiu após trabalhos que o trio fazia sobre as queimadas no Pantanal mato-grossense.

Primeiro, fizeram um vídeo para registrar a destruição. Depois, criaram um perfil no Instagram (@Salveopantanal), que do dia para a noite ganhou milhares de seguidores.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Salve o Pantanal (@salveopantanal) em

Mas eles queriam mais. Então procuraram instituições como a Fundação Ecotrópica para que estas recebessem as doações.

“Precisamos salvar o Pantanal. Queimadas ocorrem todos os anos, mas de proporções como a deste ano, se ocorrerem de novo ano que vem, o Pantanal corre um sério risco de desaparecer”.

As doações feitas pelo Pantanal Shopping se juntam às outras que a Fundação já conseguiu. Até agora foram recebidos alimentos e água para os animais, máscaras, soro fisiológico, álcool em gel, além de produtos de higiene e alimentação para moradores, profissionais, voluntários e equipes de resgate que estão trabalhando.

As ações concentram-se na região da Transpantaneira, ao longo de 150 quilômetros, sendo que nos últimos 50, quase todas as margens da estrada estão queimadas.

Até agora, mais de duas toneladas de alimentos foram arrecadados e distribuídos, além de centenas de materiais fármacos e EPIs.

A instituição criou cerca de 10 ilhas de alimentação e fez o resgate e realocação de diversos répteis, além de identificação e alimentação de mamíferos saudáveis.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJovem de 19 anos e idoso de 70 são presos por abusar sexualmente de criança de 11 anos
Próximo artigoPF cumpre mandados em MT contra esquema de US$ 20 mi