MT fecha mil turmas em escolas por falta de quantidade mínima de alunos

Governador Mauro Mendes disse que haviam turmas com máximo de cinco alunos na rede estadual

(Foto: Pixabay)

Mais de mil turmas de alunos em escolas de Mato Grosso foram encerradas para o ano letivo 2021. O motivo, segundo o governador Mauro Mendes (DEM)? Elas não atendiam uma quantidade mínima de matriculados que justificasse sua criação. 

Havia turmas criadas nas escolas com três, quatro, cinco alunos. Se fosse uma turma, até que justificativa, mas nós tínhamos várias. Parece-me que o único objetivo era agregar mais profissionais, mais professores contratados e, com isso, mais custo para o Poder Público”, ele disse. 

A informação divulgada na abertura do ano legislativo dos deputados estaduais. Ainda conforme Mendes, essas turmas foram abertas no ano passado e fecha-las corrige distorções na estrutura da rede estadual de ensino.

A Lei de Diretrizes Básicas de Educação (LDBE) estipula a quantidade máxima de 35 alunos por sala, quando se trata do ensino médio. 

O encerramento de turmas pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) ganhou destaque no ano passado, no contexto de discussão sobre a pandemia e as medidas de segurança sanitária. Alguns deputados estaduais, ligados a sindicatos, interpretaram a decisão como fechamento de escolas. 

A informação foi negada pela Seduc. O secretário Alan Porto disse que o processo de reorganização das escolas é anual e já ocorre há algum tempo em Mato Grosso. O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público (Sintep), no entanto, contesta o gestor. 

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça nega indenização a vaqueiro atacado por onça no Pantanal
Próximo artigoEmpresas podem ganhar benefício fiscal para bancar planos de saúde de empregados