MPMT abre processo seletivo para credenciamento de estagiários

Ao todo serão 126 vagas e a formação do cadastro de reserva

(Foto: Divulgação)

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional, lançou edital do processo seletivo para credenciamento de estagiários para atuar nas promotorias do interior do Estado. O exame de seleção visa o preenchimento de 126 vagas, bem como a formação do cadastro de reserva e é destinado para estudantes de nível superior em Direito. Em cada sede de promotoria 10% das vagas serão reservadas aos candidatos com deficiência.

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 19 e 23 de fevereiro, das 8h às 23h59, exclusivamente pelo site do Ministério Público (www.mpmt.mp.br). O processo seletivo será realizado em etapa única, consistente em uma prova objetiva, de múltipla escolha.

A jornada de trabalho é de 25 horas, devendo corresponder ao expediente do MPMT e ser compatível com a duração do turno de funcionamento do curso de graduação em que o aluno esteja matriculado.

O estagiário receberá auxílio-transporte no valor mensal de R$ 177,07, bolsa de auxílio temporário de R$ 826,35 (mensal), além do seguro contra acidentes pessoais. A duração do estágio é de até dois anos. Podem se inscrever estudantes a partir do 3º ano do curso de Direito ou 5º semestre.

A prova será realizada simultaneamente nas comarcas das respectivas cidades previstas no edital, no dia 31 de março, das 9h às 11h, em locais que serão comunicados pela Comissão de Exame de Seleção, quando da divulgação das inscrições deferidas.

Os candidatos deverão se apresentar para a prova munidos de documento oficial de identificação original com foto (RG, CPF, CTPS, Passaporte), comprovante de inscrição e caneta esferográfica transparente de tinta azul ou presta, com antecedência de 30 minutos do início da prova.

A relação dos aprovados será disponibilizado no site do MPMT no site.

 

Com Informações de Assessoria 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBarrado na posse
Próximo artigoMaluf se lança na corrida pelo TCE e nega barganha pela Mesa Diretora