Mãos limpas: projeto do IFMT distribui lavatórios portáteis em diversos pontos de Cuiabá   

Há pias em pontos de ônibus e vários locais no Centro Histórico para uso de pessoas em situação de vulnerabilidade

À esquerda, o primeiro lavatório, testado pelo coordenador do projeto, Marcos Valin (Reprodução/Instagram)

Lavar as mãos se tornou um ato de extrema importância para conter a propagação do coronavírus.

Mas para quem passa a maior parte do tempo fora de casa, ou até mesmo para pessoas em situação de vulnerabilidade que vivem nas ruas, higienizar as mãos com água e sabão é praticamente impossível.

Pensando nisso, alunos e professores do Instituto Federal de Mato Grosso desenvolveram um lavatório portátil, que faz parte do projeto de extensão “Mãos Limpas” de combate ao coronavírus.

Para sair do papel, o projeto custou R$ 450 reais. Porém, os comerciantes que apadrinharam o lavatório, receberam a estrutura gratuitamente, já com os itens de higiene, sendo necessário apenas, abastecer o reservatório portátil com água e deixá-lo à disposição do lado de fora do estabelecimento.

A ideia foi tão bem aceita, que já é possível encontrar as pias em pontos de ônibus, escadarias do Morro da Luz, e lugares com grande fluxo de moradores de rua.

Com o sucesso da iniciativa, todas as pias produzidas pelo IFMT já foram apadrinhadas. Mas para quem se interessar em produzir e instalar o próprio lavatório portátil, basta acessar o link e solicitar o projeto.

Foto: Instagram Projeto Mãos Limpas

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAgente prisional leva ex-namorada à força para casa e a estupra, agride e ameaça
Próximo artigoPele do rosto de médicos escurece durante tratamento contra o coronavírus