Idosa de 65 anos é estuprada e assassinada dentro de casa, na frente do marido

Idoso de 72 anos ficou em estado de choque e só conseguiu contar o que viu no hospital

(Foto: Divulgação/Pixabay)

Uma idosa de 65 anos foi estuprada e assassinada dentro de sua própria casa, no Bairro São Cristovão, em Pontes e Lacerda (450 km de Cuiabá) nesse domingo (29).

O marido dela, de 72 anos, assistiu a cena e foi encontrado em estado de choque, com a saúde bastante debilitada e precisou de socorro médico.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 17 horas pela filha da vítima, que disse que estava tentando falar com a mãe, mas não conseguia, então pediu que uma equipe entrasse na casa da mãe para ver se estava tudo bem, visto que a idosa também sofria de epilepsia e o marido dela havia sofrido um AVC recentemente.

Uma equipe militar foi até a casa e encontrou o portão aberto e a porta somente encostada. Eles entraram e encontraram a idosa deitada em uma cama de solteiro, já sem vida, e o marido dela em outra cama passando mal.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, constatou a morte da idosa e levou o idoso para o Hospital Santa Casa. Ele estava em estado de choque e não conseguia falar direito.

A casa estava revirada e, nos fundos, em cima de um tanque, havia um prato com resíduos de drogas. Além disso, no canto do muro, foi encontrada uma fralda com manchas de sangue. Assim como na área da casa havia várias manchas de sangue, e embaixo do tanque algumas roupas com sangue também.

O crime

Pouco depois, a filha do casal conseguiu falar com o pai e este contou, aos prantos, que durante a noite um homem moreno, com diversas tatuagens, chegou à casa em uma motocicleta vermelha, entrou no quintal, abriu a porta, entrou na casa, segurou a idosa na cama e a estuprou.

Depois, o criminoso revirou toda a casa, usou drogas e levou o celular dela.

O caso foi registrado como roubo e estupro seguido de morte e será investigado pela Polícia Civil, com auxílio da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorParada desde 2013: obra do novo Hospital Júlio Müller será retomada
Próximo artigoDada a largada: Guimarães se apresenta como candidato a presidente da Câmara de Cuiabá