Filmes sobre o caso Von Richthofen têm o lançamento adiado por causa do coronavírus

Bilheteria seria prejudicada com lançamento em 2 de abril

Os filmes sobre o assassinato do casal Von Richthofen foram adiados indefinidamente. Previstos para estrear no dia 2 de abril, agora não há nova data confirmada.

A Galeria Distribuidora, empresa que lançará os filmes A Menina que Matou os Pais O Menino que Matou meus Pais foi quem confirmou. O adiamento ocorre por conta do surto de coronavírus que começa a se espalhar no Brasil.

Segundo comunicado enviado à imprensa, ambos os longas devem ser lançados ainda este ano, mas ainda não se sabe quando. Os dois filmes são baseados nos depoimentos de Suzane von Richthofen e Daniel Cravinhos durante o julgamento do assassinato dos pais dela.

O roteiro se baseia inteiramente nos depoimentos presentes nos autos do processo. Com isso, nenhum dos envolvidos no caso receberão dinheiro pelo filme.

Ambos os longas contam com a direção Mauricio Eça (Apneia) e os roteiros são assinados por Illana Casoy, criminóloga, escritora e especialista em serial killers, junto com Raphael Montes, escritor brasileiro de literatura policial.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAdam Driver gravou todas as cenas de ação de Kylo Ren em Star Wars 9
Próximo artigoDinheiro para o Imac