Chitãozinho, o embaixador processado

Processado por dano ambiental, Chitãozinho é garoto propaganda do projeto Juntos pelo Araguaia

(Foto: Reprodução)

Processado por dano ambiental numa fazenda de sua propriedade localizada na região Araguaia, o cantor Chitãozinho, que forma a dupla sertaneja com Xororó, é o “garoto propaganda” do projeto “Juntos pelo Araguaia”. Ele foi embaixador do programa pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM).

“Vou divulgar, colocar minha imagem, nossa música, convidar amigos para participar da campanha. Essa é nossa missão, resolvi aceitar esse convite para devolver ao povo a natureza”, declarou o cantor, que nega ter cometido crime ambiental, durante o lançamento do programa, nesta quarta-feira (5).

Idealizada pelo governo de Goiás, a ação prevê a revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Araguaia, por meio de convênio com os governos Federal e de Mato Grosso, representados no evento pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), e pelo governador Mauro Mendes (DEM), respectivamente.

Chitãozinho foi condenado em 1º de fevereiro pela juíza Marianna de Queiroz Gomes, que atua em Mozarlândia, onde fica a Fazenda Galopeira, de sua propriedade. A magistrada determinou que, em até dois anos, o cantor execute um plano de recuperação da área degradada, sob pena de multa diária R$ 1 mil por até 60 dias. A audiência de conciliação está marcada para essa quinta-feira (6) e cabe recurso.

Veja o vídeo em que o cantor fala sobre o evento:

LEIA TAMBÉM:

Fiasco e mistério no show de Chitãozinho e Xororó em VG

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAla feminina de partido defende formação política para mulheres em MT
Próximo artigoOperação apura desvio de R$2,5 milhões de verbas da saúde indígena em MT

O LIVRE ADS