Ações (quase) transparentes

MT tem boa avaliação na divulgação de compras no período da pandemia

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Mato Grosso recebeu uma boa avaliação na divulgação de dados de compras neste período de pandemia do novo coronavírus. Recebeu a nota 62 numa escala de 0 a 100, conforme levantamento da ONG Transparência Internacional – Brasil. 

Mas ainda estariam pouco claras informações essenciais para acompanhamento dos contratos assinados pelo Estado.  

Mato Grosso recebeu nota 0,5 pela divulgação do valor dos serviços e nota 0 pela divulgação da íntegra dos processos. 

A ONG também achou ruim a divulgação das informações no site oficial do governo e a ausência de uma página específica para as ações relacionadas à covid-19.  

Hoje elas têm um destaque menor no Portal da Transparência do governo. 

No Espírito Santo, onde a situação do contágio é mais crítica, a transparência teve melhor avaliação. O estado ficou em primeiro lugar no país com nota 1 para 33 dos 34 quesitos pesquisados pela ONG. 

Mato Grosso recebeu a nota máxima em 16 quesitos. No restante, zerou ou teve 0,5 ponto. Esse quadro o deixa hoje na 11ª posição, junto com Minas Gerais. 

Estados e municípios estão autorizados pelo governo federal a realizar compras, de qualquer natureza, em regime especial com dispensa de licitação e editais.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMenos empresas abriram e mais fecharam em Cuiabá desde o início da pandemia
Próximo artigoAdolescente é deixada em igreja, foge para motel e mãe denuncia acompanhante

O LIVRE ADS