“Abandono paterno também é uma forma de aborto”, afirma Damares

Pelo Instagram, a ministra condenou o abandono de crianças e reforçou sua preocupação com o problema

(Reprodução)

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, foi às redes sociais nesse final de semana para fazer campanha contra o abandono paterno. Pelo Instagram, a ministra catalogou a ausência paterna como um tipo de aborto.

A ministra reforçou ainda que o abandono de crianças é um problema nacional que vai além das ideologias e lembrou que abandono é crime no Brasil.

“Abandono paterno também é uma forma de aborto! Abandono afetivo, também é uma forma de aborto. Pagar pensão e não estar presente na vida da criança, também é uma forma de aborto. Se você se enquadra neste perfil, não importa se você é de esquerda, de direita ou de centro, se é homem ou mulher: abandono afetivo é crime! Basta!!!”, disse a ministra.

A comparação causou polêmica nas redes sociais da ministra. Em resposta, diversos perfis disseram que a comparação com o aborto é “infeliz”, já que entendem a interrupção da gravidez como uma forma de assassinato.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMortes por covid-19 chegam ao menor nível desde maio, diz Fiocruz
Próximo artigoDecisão sobre fazendas no Pantanal foi baseada em acusações infundadas, afirma advogado