95% das empresas em MT são de varejo de pequeno porte

Setor começou a apresentar recuperação da crise em junho e vem gerando cada vez mais vagas no mercado de trabalho

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Empresas varejistas de pequeno porte representam 95,6% dos estabelecimentos instalados em Mato Grosso. São negócios que vão de supermercado, postos de combustível à farmácias, perfumarias e lojas de cosméticos e eletrodomésticos. 

E uma notícia mais animadora para os tempos de pandemia é que o setor vem crescendo nos últimos meses e abrindo vagas no mercado de trabalho. Os dados estão em compilado Comércio, Serviços e Empreendedorismo divulgado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec). 

O levantamento, que utilizado dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Receita Federal, diz que existem em Mato Grosso 341.433 unidades empresariais entre matriz e filiais.

Desse universo, 53,1% têm cadastro MEI (170.517), 37,4% possuem cadastro de micro empresas (120.266) e 5,1% de pequeno porte (16.368). 

Os números representam crescimento de 10,5% do varejo e 9,8% do varejo ampliado, segmento que inclui no grupo de estabelecimentos tradicionais as atividades de veículo, peças e materiais de construção. 

Mercado de trabalho 

O compilado mostra ainda que a abertura de vagas de emprego dentre as micro e pequenas empresas vem crescendo nos últimos três meses. Em agosto, o saldo estava em 2.139, maior que julho, mês em que 1.501 novas vagas foram criadas. Na comparação com junho, o crescimento foi de 80%. 

Segundo o IBGE, o comércio varejista e o comércio varejista ampliado cresceram em Mato Grosso acima da média nacional e lideraram o ranking de crescimento no Centro Oeste. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA reforma administrativa e o desafio dos gestores
Próximo artigoCriação de empregos em setembro atinge melhor nível em 10 anos