Suspeitos de matar policial militar espancado se entregam à polícia

Dupla se apresentou na delegacia acompanhada de advogados

(Foto: reprodução)

Alan Patrick Schuller, 27 anos, e Wesdra Victor Galvão de Souza, 29 anos, acusados de matar o soldado da Polícia Militar Roberto Rodrigues de Souza, 31 anos, espancado durante uma briga no dia 25 de julho, entregaram-se nessa quarta-feira (4).

Os dois se apresentaram na Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) acompanhados de advogados. A dupla estava foragida desde o dia do crime brutal.

O crime

O policial morreu ao se envolver em uma briga em uma conveniência em frente a um posto de combustíveis na Rodovia Mário Andreazza, no Bairro da Guarita, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá) no dia 25 de julho. O militar foi espancado mesmo após cair no chão.

Uma câmera de segurança flagrou a briga (veja vídeo abaixo). Roberto chegou a ser socorrido e levado para o Pronto-Socorro de Várzea Grande, mas morreu no hospital de traumatismo craniano.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSem condições de uso: escolas estaduais mantêm portas fechadas em Cuiabá
Próximo artigoMoção de repúdio rejeitada