Cinco são presos por ajudar na fuga de assassinos de policial em Cuiabá

Veículo utilizado por suspeitos na fuga após o crime também foi apreendido

Cinco homens foram presos na noite dessa segunda-feira (26) acusados de ajudar na fuga dos dois suspeitos de matar o policial Roberto Rodrigues de Souza, 31 anos, espancado nesse domingo (25) em uma conveniência em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

Os suspeitos Alan Patrick Schuller, 27 anos, e Wesdra Victor Galvão de Souza, 29 anos, no entanto, não foram localizados e seguem foragidos.

O carro utilizado pelos suspeitos para fugir logo após o crime, um VW Gol, também foi localizado e apreendido.

A Polícia Militar chegou aos suspeitos após receber informações de que Alan e Wesdra teriam fugido rumo a Nossa Senhora do Livramento (45 km de Cuiabá) e teriam obrigado pessoas a ajudá-los a se esconder em um hipódromo onde possuem cavalos.

Equipes do 4º Batalhão da PM foram até o local e encontraram o VW Gol dos suspeitos escondido atrás de uma habitação desocupada.

Os policiais se aproximaram e não encontraram ninguém. Eles então localizaram dois homens, que, questionados, demonstraram nervosismo. Por fim, os dois disseram que um terceiro homem teria ajudado os dois suspeitos a fugir, pois era quem cuida dos cavalos dos suspeitos.

O homem citado pelos dois foi encontrado e, com ele, foi localizado o RG de Wesdras e a chave do VW Gol dos suspeitos. Ele contou aos policiais que quem teria dado os objetos a ele foram os dois homens que conversaram primeiro com os policiais, que também teriam conseguido uma motocicleta Traxx para os suspeitos Wesdras e Alan continuarem a fuga, visto que o Gol deles já estava identificado pelas câmeras de segurança.

Os três foram detidos. Eles contaram, também, que Wesdras e Alan ficaram no local até o amanhecer e, depois, fugiram em direção ao Distrito de Ribeirão dos Cocais, onde procurariam outra pessoa com quem também deixam cavalos.

Os militares, então, seguiram ao encontro desse cuidador de cavalos, que confirmou que um de seus funcionários havia ajudado os criminosos, deixando sua motocicleta no local e a trocando pela Traxx em que os suspeitos estavam.

Wesdras e Alan ficaram no local somente durante a manhã dessa segunda-feira (26). Os policiais foram até a casa do funcionário citado e encontraram a motocicleta Traxx. Ela também foi apreendida.

Os veículos apreendidos e os suspeitos presos foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Várzea Grande, onde o caso foi registrado como ocorrência de natureza diversa.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui