Por que Cuiabá não tem vacinação drive thru e outros pontos de imunização?

Queixas sobre aglomeração no Centro de Eventos do Pantanal se tornaram constantes e vereadores já procuraram a Justiça e o MP

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Em Cuiabá, diferente de outros lugares do país, a vacina contra a covid-19 é aplicada exclusivamente no Centro de Eventos do Pantanal. Para receber a dose, é preciso se deslocar até o ponto, que fica no Bairro Santa Marta.

Mas por que manter um único local e não instalar pontos de vacinação drive thru? Essa é a pergunta que ronda a cabeça de muitos cuiabanos, especialmente, depois dos episódios de aglomeração registrados nesta semana.

A Prefeitura diz que segue “rigorosamente” o Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde.

A recomendação é que as pessoas imunizadas sejam observadas por 30 minutos após a aplicação da vacina. Em alguns casos, reações adversas (não relacionadas a eficácia do imunizante) podem ser observadas por motivos emocionais, como ansiedade para receber a dose, por exemplo.

Além de seguir a norma, a concentração da vacinação em um único ponto tem outros motivos: segurança e o baixo número de doses.

Outro motivo é o baixo número de doses que recebemos. Temos mais de 100 postos de saúde, se formos dividir a quantidade de doses que recebemos, serão pouquíssimas doses. Outro problema é a segurança, porque precisamos de policiamento 24h”, explica a prefeitura.

Segundo, Valéria de Oliveira, coordenadora da campanha, a criação de três novos postos de vacinação é estudada, mas a implantação só deve acontecer quando o município receber uma grande quantidade de vacinas. Os possíveis locais não foram divulgados.

Aglomeração

As questões sobre o único ponto de vacinação começaram a ser debatidas depois que aglomerações foram registradas no Centro de Eventos. Os portões do local chegaram a ser fechados para evitar mais aglomeração.

Segundo a secretária de saúde, Ozenira Félix, uma fake news sobre um cronograma de imunização gerou 56 mil acessos simultâneos no sistema de agendamento para receber a vacina.

A falsa notícia dizia que Cuiabá imunizaria a população até 18 anos. O município, porém, está aplicando a vacina na população idosa. A prefeitura registrou um boletim de ocorrência sobre o caso.

Denúncias

As aglomerações no local de vacinação, contudo, têm sido alvo de críticas e denúncias dos vereadores.

Edna Sampaio, do PT, foi à Justiça contra a prefeitura. Numa ação protocolada na 2ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, ela pede a descentralização e adoção do sistema de vacinação drive thru, estabelecendo multa em caso de descumprimento.

Diego Guimarães (Cidadania) procurou o Ministério Público para denunciar a aglomeração. Em live nas redes sociais, o parlamentar classificou o local como “a maior aglomeração do Estado de Mato Grosso”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLei seca em MT
Próximo artigoMedidas obrigatórias e sugestões: Entenda o decreto do governo de MT