Não é pauta escolar

Para o ministro da Educação, Milton Ribeiro, ideologia de gênero não é assunto para ser tratado em sala de aula

(Foto: Ednilson Aguiar / O Livre)

O Ministro da Educação, Milton Ribeiro, aproveitou o momento da inauguração da Escola Cívico-Militar Professora Maria Dimpina, em Cuiabá, nessa sexta-feira (1º) e afirmou que nessa gestão federal não haverá a abordagem da ideologia de gênero nas escolas.

O gestor federal disse que não tem poder de intervenção nas redes estaduais e municipais, como para decidir se uma escola será aberta ou fechada, bem como as nomeações de servidores. Afinal, o modelo de gestão brasileiro é descentralizado.

Ribeiro explica que ao MEC cabe fornecer grandes diretrizes e apresentar uma gama de livros didáticos. Nesse sentido, então, os pais e responsáveis podem se tranquilizar pois os livros não apresentarão assuntos “que causem vergonha”. O compromisso, frisou o gestor, é valido para sua gestão frente ao Ministério e para o governo Bolsonaro.

“Vamos usar a escola para instruir. Os pais transmitem princípios e valores a seus filhos e não a escola, trazendo para a criança a ideia de que ela pode ser aquilo com o que se identifica, ou seja, menino ou menina”, criticou. “Isso não é pauta de escola, a ideologia de gênero. Respeitamos as orientações de todos, mas não podemos violentar a inocência de nossas crianças”, defendeu.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEscola Cívico-Militar: Prefeitura de Cuiabá sinaliza interesse em novas unidades
Próximo artigoFeminicida é condenado a mais de 20 anos de prisão