Ministério da Saúde “libera” vacina para público em geral. Veja o cronograma de Cuiabá

Mas há uma condição: a medida só vale para as cidades que já encerraram a vacinação dos grupos prioritários

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

O Ministério da Saúde autorizou o início da vacinação contra a covid-19 para pessoas com idade entre 18 e 59 anos que não estejam incluídas em nenhum grupo de risco. Em outras palavras, liberou a vacina para a população em geral.

O anúncio foi feito por meio de nota, divulgada nesta sexta-feira (28). Mas há uma ressalva: só devem iniciar essa etapa da vacinação as cidades brasileiras que ja tiverem encerrado – ou estiverem bem perto disso – a imunização dos grupos de risco.

Em Cuiabá, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, sequer é possível estimar uma data. E a razão alegada é “o desconhecimento das datas de recebimento de doses das vacinas e das quantidades a serem recebidas”.

Conforme a Prefeitura, dos grupos prioritários estabelecidos até o momento, só o dos profissionais da saúde já atingiu 100% das imunizações previstas. Na realidade, a meta foi até ultrapassada: chegou a 120% do que era esperado.

No caso dos idosos, 86,3% ja foram vacinados na Capital. E entre as pessoas com comorbidades, o percentual atingido, até agora, é de 48,4% do público estimado.

Vacina para os professores

Ao mesmo tempo em que estimulou a distribuição da vacina para a população em geral, o Ministério da Saúde também criou mais um grupo prioritário: o dos professores.

A orientação é para que os municípios iniciem a imunização pelos que trabalham em creches e prossiga para os que atuam nas demais séries de forma escalonada.

Depois dos que atuam em creches viriam os da pré-escola, então os do ensino fundamental, ensino médio, educação profissionalizante e, por último, os professores do ensino superior.

Em Mato Grosso, a vacinação dos trabalhadores da Educação – em geral e não apenas os professores – é uma cobrança do sindicato que representa a categoria para que haja o retorno das aulas presenciais no dia 7 de junho.

LEIA TAMBÉM

(Com informações da Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSinop Energia comemora Dia Mundial da Energia Elétrica com recordes consecutivos
Próximo artigoJustiça libera mulher ligada ao Comando Vermelho a deixar a prisão para trabalhar