Prefeitura de Cuiabá adia volta às aulas presenciais na rede municipal

Prefeito Emanuel Pinheiro citou aumento de casos e falta de vacina para professores

(Foto de Sarah Dietz no Pexels)

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou na manhã desta quinta-feira (27) que vai suspender a retomada das aulas presenciais nas escolas públicas municipais. O retorno, no sistema híbrido de ensino, estava marcado para o dia 1º de junho.

A declaração foi dada durante entrega do Centro de Referência no Atendimento ao Autista, no bairro Santa Cruz II.

A decisão foi tomada com base no aumento dos casos de contaminação pelo novo coronavírus, conforme boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde.

Outro motivo citado pelo prefeito foi o atraso na vacinação dos professores.

“Precisamos ter prudência. Não é aconselhável, por questão de segurança e responsabilidade com a saúde”, declarou.

Prefeito Emanuel Pinheiro (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

Sem nova data prevista

Questionado a respeito de uma nova data para retomada das aulas em sistema híbrido, o prefeito disse não ter uma previsão. Segundo Emanuel Pinheiro, isso vai depender da análise de dados com o comitê de enfrentamento à covid-19.

“Se os leitos de UTI estiverem em 85% de taxa de ocupação é inviável o retorno às aulas. Já existe decisão judicial que eu devo acompanhar as normas do decreto estadual, estabelecendo toque de recolher às 21h, por exemplo”.

Atualmente, 88% dos leitos de em Unidades de Terapia Intensiva estão ocupados em Mato Grosso.

LEIA TAMBÉM

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDal Bosco continuará como líder do governo na Assembleia Legislativa
Próximo artigoHomem é preso por maus-tratos a animais e três cães são resgatados em Cuiabá