Mauro Mendes é hostilizado por produtores rurais em Sorriso

Solenidade é marcada pela primeira visita oficial do vice-presidente, general Hamilton Mourão (PSL), a Mato Grosso

Foto: Ednilson Aguiar / O Livre

O governador Mauro Mendes (DEM) foi recebido sob vaias no evento que marca o fim colheita da soja e início do plantio do milho “safrinha” promovido pela empresa Sempre Sementes, na manhã desta sexta-feira (15), em Sorriso. A solenidade é marcada pela primeira visita oficial do vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PSL), a Mato Grosso.

Uma plateia formada de prefeitos, mas, principalmente, por agricultores e líderes do agronegócio mostrou descontentamento com a aprovação do projeto de lei que taxa as operações comerciais do setor.

Produtores ouvidos pela reportagem do LIVRE reclamaram da forma de governar de Mendes, segundo eles, sem diálogo, o que estaria prejudicando o setor produtivo como um todo. “Não só de commodities, mas de quem produz e gera renda”, disse um deles.

A taxação do agronegócio promovida por Mendes será via o Fundo de Estadual de Transporte e Habitação (Fethab). Uma nova lei, aprovada no fim de janeiro e já sancionada pelo governador, aumentou as alíquotas cobradas de sojicultores, pecuaristas e madeireiros. A nova regra também afetou quem planta algodão.

De acordo com a nova lei, os produtores vão pagar contribuições ao Fethab até sobre a parcela da produção que é exportada e que, de acordo com a Lei Kandir (federal), é isenta de cobrança de ICMS.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInteriorização transfere 226 venezuelanos para oito cidades no país
Próximo artigoPrefeitura dá ultimato de 15 dias para empresa regularizar coleta de lixo