|Segunda-feira, 21 Janeiro 2019
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Mauro diz que terá que dobrar impostos se não aprovar pacote de ajuste fiscal

Servidores, entidades do agronegócio e deputados já mostraram resistência a algumas medidas propostas

COMPARTILHECOMPARTILHE

O governador Mauro Mendes (DEM) entregou quatro projetos de lei à Assembleia Legislativa na manhã desta quinta-feira (10), que formam um pacote para aumentar a arrecadação e diminuir gastos. Ele descreveu um cenário de caos financeiro e destacou a necessidade da aprovação dos projetos para equilibrar o caixa do Estado – caso contrário, terá que dobrar os impostos.

“Se nada for feito, Mato Grosso caminhará para o caos absoluto”, afirmou Mendes, em entrevista coletiva, logo depois de entregar os projetos à Assembleia. “Fornecedores, prefeituras e servidores não vão receber”, previu.

Ele defendeu também o fim de super-salários e a redução da máquina estatal. “Quem paga essa conta é o cidadão, que paga ICMS em tudo o que consumimos. Se não segurarmos a despesa, ou o Estado entra em colapso, como está acontecendo, ou vamos ter que dobrar a cobrança de impostos e tenho certeza que ninguém como cidadão vai aceitar dobrar o ICMS da energia elétrica”, declarou.

Foram entregues o projeto de lei que aumenta a contribuição do Fundo de Transporte e Habitação (Fethab), a reforma administrativa, a Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual e o projeto que regulamenta a Revisão Geral Anual (RGA).

Os deputados já aprovaram a dispensa de pauta para todos os projetos, para tramitarem mais rapidamente. Segundo o líder do governo na Assembleia, Dilmar Dal’Bosco (DEM), os projetos mais urgentes para o equilíbrio financeiro do Estado são o novo Fethab e a reforma administrativa, que reduz o número de secretarias de 24 para 15, e pede autorização para extinguir seis empresas públicas.

Se o aumento do Fethab for aprovado ainda neste mês, a previsão é arrecadar R$ 1,4 bilhão ainda neste ano. Segundo Mendes, 35% desse montante será aplicado em estradas. A receita atual do fundo é de R$ 900 milhões. O projeto prevê aumentar a alíquota sobre o algodão, além de taxar também a carne, o milho, a cana-de-açúcar e soja para exportação. O fundo atual taxa soja, algodão, madeira e gado em pé.

Entidades do agronegócio demonstraram resistência ao aumento da taxação do setor. Deputados já alertaram sobre dificuldades para aprovar o pacote ainda neste mês, antes da posse da próxima legislatura, em 1º de fevereiro. Os projetos serão apresentados aos novos parlamentares em reunião na segunda-feira (14).

RGA

Mauro Mendes negou que o projeto de regulamentação da RGA, que já está causando polêmica no funcionalismo público, preveja o congelamento do salário dos servidores. “A lei diz que a RGA deve ser paga quando houver condições financeiras. Estamos regulamentando o que é condição financeira, porque isso não pode ficar com uma interpretação vaga. Não é congelamento”, declarou.

COMENTÁRIOS

  1. NÃO VAMOS INVESTIGAR R$20 BILHÕES EM FRAUDES? Não se pode esquecer de apurar e recuperar todos os desvios e fraudes do desgoverno pedro taques da transformação do estado em caos e roubalheira, os quais juntos já SOMAM $20 BILHÕES. Só para lembrar aí vai a lista detalhada dos $20 bilhões: R$69 milhões em desvios na caravana da transformação; perdão de R$645 milhões em dívida da petrobrás; perdão de R$5 milhões de reais em dívidas da unimed cuiabá; a operação Rêmora por desvio de R$57 milhões na SEDUC; operação Bereré por desvio de R$30 milhões no Detran; operação Grampolândia na segurança pública usada para chantagear adversário; delação de Alan Malouf sobre Brustolin e vários secretários com R$50 mil/mês por fora; mensalinho R$100 milhões por dentro para os deputados; rombo de R$4 bilhões no caixa e desvio de $230 milhões do fundeb; desvio de R$1,2 milhões no fundo de trabalho escravo; desvio e apropriação de R$300 milhões dos municípios; desvio e apropriação de R$300 milhões dos poderes; aumento de $2 bilhões nos Incentivos Fiscais; aumento de milhares de cargos políticos comissionados, aumentou da folha de pagamento pela contratação de mais de 10.000 pessoas; uso da justiça para proteger seus amigos e secretários conforme disse o cabo gerson; delação de Alan Malouf tratando de 12 tipos de corrupção entre elas os $10 milhões de caixa 2 administrados por Alan Malouf e Julio Modesto; licitação irregular de 11 bilhões para transporte interestaduais; desvio de R$58 milhões em pontes na SINFRA; $300 milhões em vantagem cobrada de quem recebeu antecipado no decreto do bom pagador; crédito de R$100 milhões para o primo Paulo Taques; maracutaia com a juiza candidata para ferrar o silval e a familia dele. Além disso, apropriação indébita de R$70 milhões descontado dos salários dos servidores públicos para pagar empréstimos consignados e estouro da folha pagando vantagens para apaniguados políticos.

  2. Engraçado!! Com todo esse agravo no estado, com todas as falcatruas os impostos absurdos que pagamos ainda vamos ter que pagar pelo roubos desses canalhas cometeram? Ah, o povo já sofre tendo que ir ao mercado pagar um absurdo na sua cesta básica! E agora isso? ” Vamos ter que aumentar os impostos pra colocar os cofres no eixos”? Ah vai vê se tô na esquina senhor governador! O povo já está cansado…se vira, dê seus pulos, vai atrás dos ladrões pra devolver tudo que foi roubado de nós. Ou te colocaram aí justamente pra pagar as dividas deles com o nosso dinheiro?

Deixe um comentário

Please enter your name here
Please enter your comment!

LINKS PATROCINADOS

DESTAQUES

Bairro Cuiabá História Municípios Policia
Chances de chuva diminuem e temperaturas se elevam nesta semana em MT
Em busca de novas oportunidades? Confira 14 concursos públicos abertos
Cine Teatro exibe história de luta e rivalidade de duas lendas do boxe brasileiro
Assembléia Legislativa Câmara Municipal Eleições 2018 Governo Judiciário Partidos Prefeitura
Ministério Público pede que município amplie canil público e esterilize animais de rua
Deputado eleito entra com ação para garantir voto aberto em eleição da AL
MT é um dos seis Estados brasileiros considerados “quebrados”
Agricultura Agropecuária Economia Agrícola Indicadores Agrícolas Pecuária Tecnologia Agrícola
Senar-MT capacita mais de 50 mil pessoas em 2018
Licitação para Ferrogrão deve ocorrer até início de 2020, diz ministro da Infraestrutura
Programas de incentivo a agricultura familiar transformam vidas de agricultores no Nortão
Artes Cênicas Artes Plásticas Artesanato Cinema Comportamento Cultura Popular Gastronomia LIteratura Música
Ex-noiva de Freddie Mercury deve receber mais de R$ 150 milhões por Bohemian Rhapsody
Confira a lista completa de indicados ao Framboesa de Ouro 2019
O rei do Instagram, Carlinhos Maia se apresenta em Cuiabá
Corrupção Economia Eleições Estados Política
Goiás decreta calamidade financeira nas contas públicas
Fux manda para 1ª instância pedido do MBL contra candidatura de Renan
Juízes e advogados fazem ato em defesa da Justiça do Trabalho em SP
Concurso Dicas Estágio Vagas de Emprego no Mato Grosso
Em busca de novas oportunidades? Confira 14 concursos públicos abertos
Topa encarar desafios e busca oportunidade de emprego? Tem vaga na Stone Cuiabá
Rede de hotéis oferece diárias a partir de R$ 99,90 em Cuiabá
X