Mais R$ 30 milhões no Hospital Central

Obra que já se arrasta há décadas agora vai custar R$ 30 milhões a mais que o previsto, quando foi retomada pelo governo

(Foto: SES/Divulgação)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) assinou um aditivo ao contrato de retomada da construção do Hospital Central de Alta Complexidade, na Capital. O reajuste foi de 32%, o equivalente a R$ 30.224.665,57.

O contrato está firmado com o Consórcio LC Cuiabá Engenharia e Construções, representado pelo Francisco Lotufo Neto. O extrato documental foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (30), mas o documento foi assinado em 23 de novembro.

Esse é o segundo aditivo feito. O primeiro foi de 3%, ou seja, no valor de R$ 3.628.173,39, assinado em junho deste ano.

Os recursos financeiros para a realização das obras totalizam R$ 208.316.061,19, sendo R$ 167.920.748,17 para o Hospital Central; R$ 12 milhões para o Lacen; R$ 20.395.313,52 para o Cermac e R$ 8 milhões para a Farmácia de Alto Custo.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorComo usar o Bitcoin para apostar na NBA na Betmaster
Próximo artigoConstrução do CAPSI