Filha de Olga, Anita Prestes realiza conferência e lançamento de livro em Cuiabá

No livro, Anita Prestes relata o que Olga Benário viveu de 1936 até sua morte, em 1942, tendo como suporte as informações dos arquivos da Gestapo

A historiadora Anita Leocádia Prestes, filha de Luis Carlos Prestes e Olga Benário, estará em Cuiabá no dia 30 de maio para lançar a obra Olga Benário Prestes: uma comunista nos arquivos da Gestapo. O lançamento acontece no Centrou Cultural da UFMT às 19h, durante a Jornada Universitária em defesa da Reforma Agrária (JURA).

No livro, Anita Prestes relata o que Olga Benário viveu de 1936 até sua morte, em 1942, tendo como suporte as informações dos arquivos da Gestapo, polícia secreta do terceiro Reich alemã. A obra traz um relato sobre a deportação para a Alemanha e a vida na prisão e nos campos de concentração nazistas.

Anita nasceu na prisão feminina do Campo de Concentração de Barnimstrasse, na Alemanha, durante o período ditatorial de Hitler, sendo afastada de sua mãe com 14 meses de idade. No início da década de 1970, Anita exilou-se na extinta União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Em agosto de 1972, foi indiciada em virtude da militância política, julgada em 1973 e condenada à pena de quatro anos e seis meses pelo Conselho Permanente de Justiça para o Exército. É graduada e mestre em química e doutora em história Universidade Federal Fluminense.

A JURA

A Jornada é um evento que tem como propósito colocar em discussão o projeto de Reforma Agrária e os temas que circundam essa questão nas áreas de humanas, saúde, agrárias, educação entre outras. A JURA teve início em 2014 com a participação de 40 Universidades e Institutos Federais. Atualmente, é realizada por mais de 50 universidades no Brasil.

Será o primeiro ano que a UFMT participará da JURA com uma programação multidisciplinar abordando temas que dizem respeito a terra, vida, saúde, educação, criminalização dos movimentos sociais e retrocessos na democracia e nas políticas sociais. Além da Conferência e o lançamento da obra de Anita Prestes, o evento reúne mesas redondas, oficinas, Feira, exposição e rodas de conversas. Além de Anita, realizam palestras, João Paulo Rodrigues do MST-SP e Gersem Baniwa, indígena do Povo Baniwa e professor da Universidade Federal do Amazonas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomenageado por Fabris
Próximo artigoGoiabeiras recebe encontro de colecionadoras da boneca LOL Surprise