Empresa recebeu R$ 114 mil

Pagamento foi autorizado na quarta-feira (23) e um dia antes da prisão em flagrante do ex-adjunto Wanderson Nunes Nogueira

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O governo de Mato Grosso autorizou o pagamento de R$ 114 mil à empresa TMF Construções e Serviços Eireli 24 horas antes do flagrante ao ex-secretário adjunto da Casa Civil, Wanderson Nunes Nogueira. 

A quantia é parte do contrato de R$ 999,5 mil assinado pela Casa Civil para reforma de prédios da secretaria e da governadoria. O pagamento foi efetivamente realizado nessa quinta-feira (24).

LEIA TAMBÉM

Wanderson Nunes Nogueira chefiava o setor de ordenação de despesa e foi preso pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) a noite de ontem, com R$ 20 mil, supostamente propina paga em troca da facilitação de contrato com a TMF Construções e Serviços Eireli.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPT publica nota de apoio a filiada que chamou policial de “macaco”
Próximo artigoApós repercussão negativa, AGU desiste de promover 606 procuradores ao topo da carreira