Covid: diário da vacina #35

Cuiabá não tem "xepa da vacina"

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

Não há “xepa da vacina” em Cuiabá. A informação é da prefeitura de Cuiabá, que está tentando evitar aglomerações no final do dia nos postos de vacinação.

Em outros municípios do país, as secretarias de Saúde estão usando a estratégia de fazer uma fila diferenciada para receber as doses que sobram da vacina naquele dia. Porém, isso não é realidade na Capital Mato-grossense, que optou por seguir fielmente a lista de cadastrados.

Conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde, o controle de aplicação das doses é rígido para não haver sobra durante o dia.

Cada frasco do imunizante atende a uma quantidade de doses, a exemplo da Astrazeneca são seis doses, já a Coronavac são 10 doses e a Pfizer e a Janssen são cinco, cada uma.

Sendo assim, quando não há pacientes suficientes para receberem as doses de um frasco, as pessoa são orientadas a voltarem no outro dia, para não haver desperdício de vacina.

Ainda segundo a secretaria de Saúde, na Capital, as doses destinadas aos grupos prioritários faltosos vão para pessoas de 18 a 49 anos que fizeram o agendamento por meio do site Vacina Cuiabá. Ao realizar o cadastro, o cidadão é informado do dia, horário e unidade que deverá comparecer para ser vacinado.

A pessoa cadastrada tem até 48 horas para ir até o local para receber a dose da vacina. Em caso de falta, o cidadão em questão vai para o final da fila e o imunizante é remanejado para o público de 18 a 49 anos.

Em Cuiabá, há cerca de 256 mil pessoas entre 18 e 49 anos, que foram divididos em grupos de 45 a 49, 40 a 44, 35 a 39, 30 a 34, 25 a 29, 20 a 24 e 18 a 19 anos.

A coordenadora da vacinação em Cuiabá, Valéria Oliveira, disse que o esclarecimento sobre a inexistência da “xepa” é necessário porque informações inverídicas têm circulado, o que gerou dúvidas na população.

“Desde o início da vacinação nós descartamos a xepa na capital. Este não é um método de trabalho que é utilizado pela Secretaria Municipal de Saúde. O que fizemos foi ampliar o pré-cadastro para dar oportunidade para outras pessoas, em caso de abstenção dos grupos prioritários. Nossas equipes de vacinação trabalham com responsabilidade, de forma que quando um frasco é aberto há a quantidade de pessoa recomendada para receber as doses”, enfatizou.

Leiam também:

(Com informações da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBandidos ateiam fogo em viatura da polícia em frente a delegacia
Próximo artigoSaiba por que setor de TI viverá apagão e o que você precisa para entrar nele